Futebol

Baixo rendimento pelo Everton fez São Paulo descartar Etoo

GazetaEsportiva.net - São Paulo , SP - Brasil
20/01/2015 18:57:00

Em: Campeonato Paulista, Campeonatos, Campeonatos Estaduais, Futebol, Futebol Internacional, Região Sudeste, São Paulo

Para suprir a perda de Kaká, que disputará a principal liga de futebol norte-americana pelo emergente Orlando City, o São Paulo foi ao mercado, no final de 2014, em busca de um jogador consagrado. Dentre os atletas oferecidos à diretoria tricolor, estava o atacante Samuel Eto’o, com boas passagens por Barcelona-ESP e Inter de Milão-ITA. Entretanto, o baixo rendimento do camaronês pelo Everton-ING, seu atual clube, fez a formação do Morumbi desistir do acordo.

Em entrevista à Rádio Globo, o vice-presidente de futebol são-paulino, Ataíde Gil Guerreiro, afirmou que o atleta está em decadência e, portanto, incompatível para atuar no esquema titular de Muricy Ramalho. “Consultei amigos meus na Inglaterra. Nos últimos oito meses, em 36 partidas, ele participou de 20, jogando apenas oito compromissos até o final. Além disso, ele marcou somente quatro gols, o último deles em outubro. Por isso eu desisti. Quero alguém de expressão, mas que jogue futebol”, ressaltou.

O dirigente tricolor também revelou que o nome de peso para preencher a lacuna deixada por Kaká não virá em 2015, por causa do orçamento do clube. Guerreiro manifestou o interesse pelo argentino Darío Conca, do Fluminense, entretanto, sintetizou que o alto salário recebido pelo meia pelo clube das Laranjeiras é incompatível com o planejamento são-paulino.

O baixo rendimento pelo Everton-ING fez o São Paulo desistir de Samuel Eto'o (Foto: John MacDougall)
O baixo rendimento pelo Everton-ING fez o São Paulo desistir de Samuel Eto’o (Foto: John MacDougall) – Credito: AFP

“Desisti desse homem de expressão. Ele não virá. O Conca cairia como uma luva em nosso esquema, mas recebe 750 mil por mês. Como vou pagar? O Sneijder (meia holandês que defende o Galatasaray-TUR) também seria ótimo…mas não tem como bancar. E não adianta trazer jogador fora de série em final de carreira. Para eu contratar um atleta acima dos 30 anos, ele precisa ser excepcional”, pontuou.

Por fim, Guerreiro revelou que não liberará o uruguaio Álvaro Pereira de graça. O uruguaio, que ainda não correspondeu com o manto são-paulino, tem o interesse do Boca Juniors-ARG e segue na reserva de Carlinhos, recém-contratado pelo Fluminense.

“Não vou liberar ninguém de graça. Os interessados que paguem a multa. O jogador precisa pensar muito bem antes de assinar o contrato com o São Paulo. Vínculo é vínculo. Eu não abaixo o salário do atleta se ele atuar mal, então, por qual motivo preciso ser flexível? Álvaro Pereira tem contrato até 30 de junho e vai cumprir, a não ser que banquem a proposta”, encerrou.