Regularidade e controle: o que o Santos perde sem Pituca

São Paulo, SP

31-10-2019 11:00:04

Depois de uma derrota para o Atlético-MG e um empate no clássico contra o Corinthians, o Santos terá pela frente o Bahia, nesta quinta-feira, às 19h15, na Vila Belmiro. Para o jogo contra o Esquadrão de Aço, Jorge Sampaoli terá um importante desfalque: Pituca, com lesão no tornozelo esquerdo.

O meio-campista foi substituído aos 10 minutos do confronto contra o Corinthians, saindo com dores e dando lugar a Jobson. A ausência de Pituca no confronto contra o Bahia significa uma perda importante para o modelo de jogo do Santos, já que o volante é o jogador que mais atuou na equipe em 2019.

Ao todo, Pituca esteve em campo em 49 das 55 partidas do Peixe no ano. Nesses jogos, foram 25 vitórias, 13 empates e 11 derrotas, com três gols marcados. A equipe comandada por Sampaoli entrou em campo apenas seis vezes sem o jogador, vencendo três jogos, empatando outro e perdendo duas partidas.

Apesar dos aproveitamentos com e sem o atleta em campo serem semelhantes (59,8% com e 55,5% sem o volante), o sistema de jogo elaborado perde alguns aspectos sem Pituca. Isso porque ele tem características diferentes dos outros atletas do elenco que atuam na mesma posição.

Para o jogo contra o Bahia, a tendência é que Alison seja o substituto do camisa 21. Apesar do jogador formado pelas categorias de base do Santos ter maior poder de marcação, não possui a mesma qualidade de passe de Pituca, o principal responsável pela saída de bola da equipe. Sendo o elo entre a defesa e o ataque do Peixe, o jogador possibilita que o time controle melhor o ritmo do jogo através de passes mais curtos ou longos.

Outra opção seria a entrada de Jobson, que tem melhor qualidade de passe, aproximando-se do que Pituca oferece. No entanto, o jovem atleta não tem a mesma facilidade que o camisa 21 no apoio, participando de triangulações e jogadas mais verticais no ataque. Portanto, nenhuma das alternativas repõe as características de Pituca.

No momento, o Santos é o terceiro colocado do Campeonato Brasileiro, com 52 pontos. Depois de enfrentar o Bahia, nesta quinta-feira, o Alvinegro Praiano receberá o Botafogo, no domingo, às 19h, na Vila Belmiro.

Deixe seu comentário