Holan acredita que chuva atrapalhou o Santos e diz que o time viveu noite atípica

Pedro Nascimento - São Paulo,SP

20-04-2021 22:09:35

O Santos estreou com o pé esquerdo na fase de grupos da Libertadores, sendo derrotado por 2 a 0 pelo Barcelona-EQU. Durante o primeiro tempo da partida, uma forte chuva castigou o gramado da Vila Belmiro, encharcando o campo e dificultando a fluidez do jogo.

Na visão de Ariel Holan, o gramado pesado atrapalhou o desempenho do Peixe, que tem como característica construir as jogadas com toques curtos desde trás.

"Hoje foi um jogo em que, até os 20 minutos, era um jogo e, depois, com o campo totalmente encharcado, foi outro jogo. Não conseguimos nos adaptar ao jogo com o campo molhado, tivemos dificuldade para levar a bola de um lado para o outro. O Barcelona se defendeu bem e acumulou muitos jogadores na pressão sobre a bola, e não conseguimos dar fluidez ao jogo. Nós queremos jogar com a bola no chão, tratar de ser vertical", avaliou Holan.

"Hoje foi muito difícil de fazer esse jogo. Realmente, jogamos muitos jogos e são poucos treinos para que o time possa jogar com mais segurança e eficácia. Essas são as regras do jogo, temos que buscar melhorar. Temos mais cinco jogos na fase de grupos, temos que melhorar muito para passar de fase", completou.


O técnico argentino também respondeu sobre a dificuldade que o Santos encontrou para ter volume ofensivo. Para Holan, a noite de sua equipe não condiz com a normalidade.

"Na fase anterior da Libertadores, fizemos cinco gols em dois jogos. Esse mesmo time, com praticamente os mesmos jogadores. Então, acho que hoje foi uma 'noite preta' (atípica)", finalizou.

O próximo jogo do Peixe pela Libertadores será contra o Boca Juniors, na terça-feira que vem, às 21h30, na Argentina. Antes disso, o time tem dois compromissos pelo Paulistão: visita o Novorizontino na sexta, às 22h15, e recebe o Corinthians no domingo.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Santos?