Gazeta Esportiva

Dorival evita projetar final e foca na sequência do Brasileiro

São Paulo, SP

01/11/15 | 21:16 - 01/11/15 | 21:23

O Santos venceu as últimas 14 partidas que disputou na Vila Belmiro, todas elas desde a chegada de Dorival Júnior. Neste domingo, o Peixe aumentou essa sequência justamente diante do Palmeiras, rival que reencontrará na Baixada no dia 25 de novembro, para começar a decidir a Copa do Brasil. Mas o treinador alvinegro acredita que não há qualquer relação entre esta partida, válida pela 33ª rodada do Brasileirão, e a decisão do torneio eliminatório.

“Esqueçam isso. O jogo de hoje (domingo) teve um desenho que com certeza será outro daqui a 25 dias. Será uma partida totalmente diferente, com outro significado, outro sentido. Isso não existe, não há paralelo. Tenho certeza que serão dois jogos muito disputados, mais marcados que jogados. Estaremos enfrentando partidas com características diferentes do que vimos aqui”, cravou o técnico.

Neste domingo, os rivais paulistas já fizeram duelo disputado, com direito a expulsão do palmeirense Cristaldo no fim. Apesar disso, o Santos conseguiu aplicar seu futebol ofensivo e vencer por 2 a 1 após finalizar 12 vezes contra seis do Palestra que, por outro lado, teve maior posse de bola: 53%.

Além de ter triunfado na “prévia” da final, termo reprovado por Dorival, o Santos somou três pontos importantíssimos que o garantiu na quarta colocação do Campeonato Brasileiro, com 53 pontos, mesmo número que possui o São Paulo, mas o Peixe leva a melhor no saldo de gols.

Dorival Júnior não vê nenhuma relação entre clássico deste domingo e a final da Copa do Brasil (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Dorival Jr não vê nenhuma relação entre clássico deste domingo e a final da Copa do Brasil (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Como ainda precisa disputar um clássico decisivo em 180 minutos para garantir uma vaga na próxima Libertadores através da Copa do Brasil, o Alvinegro praiano mantém foco total no Campeonato Brasileiro para não deixar escapar seu posto no G4. Nessa jornada, a próxima missão está marcada para o próximo domingo (8), contra o Joinville, em Santa Catarina. Gustavo Henrique e Zeca, que receberam o terceiro cartão amarelo contra o Palmeiras, estão fora da partida, assim como Werley, que foi suspenso por três jogos pelo STJD e não enfrenta nem o Flamengo, na Vila, pela 35ª rodada.

“Agora teremos uma semana importante. Se quisermos manter nossa posição na tabela, precisaremos fazer um jogo de alto nível contra o JEC, porque ainda tivemos essas duas perdas. Teremos de entrar muito ligados lá, o Joinville cresce assustadoramente em sua Arena”, declarou o treinador, projetando duelo contra o vice-lanterna do Brasileirão.

Marquinhos Gabriel reforçou as palavras do comandante. “A gente tem um jogo dificílimo na próxima semana e precisamos continuar o trabalho, porque o campeonato ainda não acabou e temos que ficar no G4”, concluiu.

Deixe seu comentário