Cruzeiro aponta falta de acerto financeiro com Copete como motivo para desistência

São Paulo, SP

18-11-2020 14:48:45

O Cruzeiro deu uma nova versão para a desistência do empréstimo de Jonathan Copete, do Santos. Após Orlando Rollo, presidente do Peixe, dizer que a Raposa retirou a proposta em razão da demora para a resposta do Alvinegro, o clube mineiro afirmou que a falta de "acerto financeiro com o atleta e seu staff" impediu a concretização do negócio.

"O Cruzeiro Esporte Clube esclarece que já havia chegado a um acordo com o Santos para a contratação por empréstimo do atacante Copete até o término da Série B do Campeonato Brasileiro. No entanto, não houve um acerto financeiro com o atleta e seu staff, pois os valores discutidos estavam acima da política estabelecida pelo clube atualmente", disse o Cruzeiro em nota.

Rollo anunciou a desistência da Raposa durante reunião do Conselho Deliberativo, na terça-feira. Como vive período eleitoral, o Santos precisa do aval dos conselheiros para qualquer negociação. Houve a liberação para o caso de o clube mineiro voltar atrás.


Copete tem contrato até 18 de junho de 2021 e não pode ser utilizado. O Santos está proibido de inscrever jogadores em função da dívida de cerca de R$ 5 milhões com o Atlético Nacional, da Colômbia, por Felipe Aguilar, hoje no Athletico.

O Santos regularizou Laércio e Robinho em outubro, mas não teve tempo de registrar o contrato de Copete por ser uma manobra internacional e requerer mais tempo. O fim de um transfer ban até o início de outro durou apenas quatro dias.

Dessa forma, Jonathan Copete treina no CT Rei Pelé sem poder atuar. E o Peixe, em situação financeira difícil, não tem prazo para fazer acordo com o Atlético Nacional.

Copete foi emprestado para Pachuca, do México, e depois para o Everton, do Chile, entre 2019 e 2020. Ele tem 26 gols em 136 partidas pelo Santos e é o maior artilheiro estrangeiro da história do clube.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Santos?