COPA DO MUNDO 2018 RÚSSIA

A novela envolvendo a possível saída de Neymar do Paris Saint-Germain e a transferência para o Real Madrid deve se estender para depois da Copa do Mundo. Isso, porém, se a Seleção Brasileira voltar da Rússia com a conquista do hexacampeonato. De acordo com o jornal espanhol Mundo Deportivo, um companheiro do atacante teria afirmado que “se Neymar vencer o Mundial, está certo que não volta para França”.

Os rumores envolvendo o craque e sua passagem pelo futebol francês se estendem desde os primeiros entreveros com Cavani e parte da torcida parisiense. Nos últimos dias, as informações se tornaram ainda mais constantes com as notícias de que a diretoria merengue estaria disposta a desembolsar cerca de um bilhão de reais para contratá-lo já para próxima temporada.

Neymar retornou na semana passada para continuar a recuperação da lesão (Foto: Christophe Simon/AFP)

Um dos motivos levantados pelo companheiro de brasileiro ao veículo espanhol para justificar a motivação a trocar de clube é a falta de adaptação ao país e ao futebol local, além do desejo de voltar para Espanha. O projeto inicial era a transferência para o Real apenas em 2019, mas a conquista da Copa do Mundo pode antecipar o negócio já para a próxima janela de transferências.

Na mesma linha de pensamento, o jornal francês Libération revelou em sua edição desta quinta-feira uma reunião programada entre o pai de Neymar e o empresário Pini Zahivi com o objetivo de articular uma saída “amigável” do camisa 10 da França para se tornar companheiro de Cristiano Ronaldo e comandado de Zinédine Zidane.

Contratado como o jogador mais caro da história, Neymar passou uma temporada conturbada na França. O episódio mais recente envolveu justamente a recuperação da sua cirurgia no pé, realizada no Brasil. O retorno do camisa 10 ao PSG aconteceu apenas na semana passada, para a fase final do tratamento visando a disputa do Mundial.



Christian Cueva entrou no segundo tempo nessa quarta e ajudou o São Paulo a conquistar a classificação à segunda fase da Copa Sul-Americana com uma vitória em cima do Rosario Central, no Morumbi. Nos minutos finais, aliás, ele e Petros acabaram expulsos. A dúvida que ficou após o jogo, porém, é se essa foi a despedida do camisa 10. Raí, no entanto, foi categórico em entrevista na zona mista do estádio tricolor.

“Despedida, não. Cueva tem contrato com o Sã Paulo ainda, vamos torcedor para ele fazer uma grande Copa do Mundo, é bom para todo mundo”, garantiu o diretor executivo de futebol do clube.

Por outro lado, Raí acabou admitindo que, mesmo que o peruano siga defendendo o São Paulo e não seja negociado, isso só vai voltar a acontecer após o Mundial da Rússia. O dirigente chegou a ter uma conversa pessoal com Cueva, mas não conseguiu demover o meia da ideia de rumar ao Peru já nessa quinta-feira.

A grande questão é que a esposa de Cueva está grávida, e o parto, segundo o jogador, teve de ser antecipado para o próximo sábado. Por isso, Cueva já não enfrentaria o Bahia, domingo, em Salvador. Na semana seguinte, o São Paulo tem clássico contra o Santos, na véspera da apresentação oficial da seleção peruana. O plano de Cueva é já ficar na sua terra natal e antecipar sua apresentação para não ter de retornar ao Brasil antes da Copa do Mundo.

“Ele vem alegando desde a semana passada a preocupação com a esposa, que está grávida, depois alegou que teve de adiantar o parto, que (ela) teve contrações, dores, e a gente obviamente quer nesse momento todo mundo focado, com a cabeça aqui no São Paulo. Conversei com ele, tentamos, pela importância dele aqui no grupo, mas realmente ele disse que está com preocupações com a esposa, então, a gente quer um grupo onde todo mundo esteja na mesma sintonia”, explicou Raí, dando a entender estar de mãos atadas sobre o caso, e confirmando que Cueva não será opção para Aguirre no San-São.

“Sim, provavelmente, ele viajando agora… Estava previsto para o começo da semana que vem (a ida ao Peru), isso que ele alegou que teve de adiantar, porque estava preocupado, perturbado, e achava difícil uma volta apenas para o jogo contra o Santos, até porque a Federação Peruana está pedindo, a apresentação está marcada para o dia 21, mas estão pedindo para que todos os jogadores que possam se apresentar antes disso”, completou o ídolo tricolor.

O contrato de Cueva com o São Paulo foi estendido no ano passado até junho de 2021.

 



Foto tirada em setembro, último mês de atuação de Neuer antes de sua lesão (Foto: Guenter Schiffmann/AFP)

Desde setembro fora dos gramados por conta de uma fratura no pé esquerdo, Manuel Neuer não está garantido para a Copa do Mundo na defesa do gol alemão. Ele voltou a treinar recentemente e disse ao site do Bayern de Munique, campeão atual e antecipado do Alemão, que, apesar de não ter sido descartado pelo técnico Joachim Low, não sabe se estará apto para atuar em sua seleção.

“Não acho que é concebível que eu vá para um torneio sem experiência prévia de jogo. Ainda faltam algumas partidas, então vamos aguardar e ver”, disse. Ele terá apenas um jogo pelo Bayern antes de, teoricamente, se juntar à seleção alemã.

Para a partida de sábado, contra o Sttutgart, pela última rodada da Bundesliga, ele foi descartado. A previsão de sua volta era janeiro de 2018, mas sua recuperação ficou abaixo dos esperados pelos médicos e, por isso, ele voltou a treinar somente em meio de abril. Também neste final de semana o Bayern de Munique levantará o caneco da competição.

Em 2014, Manuel Neuer foi o goleiro titular da seleção alemã, campeã da Copa do Mundo no Brasil. Caso não consiga ser convocado, outros nomes aparecem para substituir sua titularidade, como Ter Stegen, do Barcelona e Kevin Trapp, do Paris Saint-Germain.



Lateral da Seleção Brasileira ainda é dúvida para a estreia na Copa do Mundo (Foto: AFP)

Após sofrer lesão durante a vitória do Paris Saint-Germain por 2 a 0 sobre o Les Herbiers, Daniel Alves foi submetido a exames em hospital em Paris, na manhã desta quarta-feira. De acordo com nota divulgada pela assessoria de imprensa do PSG, os procedimentos constataram uma alta desinserção do ligamento cruzado anterior do joelho direito. Não há, neste momento, a necessidade de cirurgia. Contudo, outras avaliações ainda serão realizadas.

O lateral ficará sob cuidados médicos durante três semanas, e ao final do período, será reavaliada a necessidade de procedimento cirúrgico. Com isso, a chance de disputar a Copa do Mundo ainda é mantida, mas a presença do camisa 2 na estreia do torneio, no dia 17/06, contra a Suíça, ainda é incerta. Pessoas próximas do atleta afirmam que ele está otimista quanto a sua recuperação e participação no mundial.

O técnico Tite anunciará na segunda-feira a lista para a Copa do Mundo, com a presença do lateral dependendo apenas do treinador. Para os amistosos dos dias 3 e 10 de junho, contra Croácia e Áustria, respectivamente, Dani Alves deverá ser baixa.

O experiente lateral do PSG foi substituído já na reta final de partida contra Les Herbiers pelo belga Thomas Meunier, depois de ter sentido as dores no joelho. O brasileiro ainda participou das comemorações do título da Copa da França com os companheiros no gramado.

Confira a nota divulgada pela assessoria do clube francês:

“Após o traumatismo do joelho direito de Dani Alves, que ocorreu ontem durante a final da Copa da França, os exames realizados hoje mostraram uma alta desinserção do ligamento cruzado anterior com entorse póstero-externo. Sua condição requer um mínimo de 3 semanas de cuidados antes de reavaliar a necessidade de tratamento cirúrgico”.



Jornal espanhol As garante que Neymar está próximo do Real Madrid (Foto: Franck Fife/AFP)

Nesta quarta-feira, o jornal espanhol As publicou em sua capa que Neymar estaria negociando com o Real Madrid. De acordo com o veículo, enquanto o jogador esteve no Brasil se recuperando da cirurgia no quinto metatarso, encontrou-se duas vezes com um representante do clube merengue para tratar de uma possível transferência. O preço do acordo chegaria aos 260 milhões de euros (cerca de R$1,01 bilhão).

Durante o seu tratamento, o camisa 10 do Paris Saint-Germain recebeu Vincius Junior em sua casa em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, visita essa que faria parte da tentativa de negociação, uma vez que o jogador que hoje atua pelo Flamengo já tem acordo com o Real. Ronaldo Fenômeno, que também visitou o atacante, é outro trunfo do presidente Florentino Pérez, que há muito tempo tenta a contratação de Neymar.

Quando o atacante da Seleção Brasileira ainda era um garoto, passou por um período de treinamentos de duas semanas em Madrid, mas acabou não ficando. Quando já era o principal jogador do Santos, esteve muito próximo de fechar com o time madrilenho, mas acabou fechando com o rival Barcelona.

Em agosto de 2017, Neymar foi contratado pelo PSG por 222 milhões de euros (R$815 milhões na cotação da época), tornando-se o jogador mais caro da história do futebol. Em sua primeira temporada na França, amargou uma eliminação nas oitavas de final da Liga dos Campeões para o próprio Real Madrid, e há tempos já vem sendo especulado em outras equipes.



Daniel Alves preocupa Seleção Brasileira e pode ficar de fora da Copa (Foto: FRANCK FIFE/AFP)

Daniel Alves pode ficar de fora da Copa do Mundo da Rússia. A praticamente um mês do torneio, o lateral-direito se lesionou na final da Copa da França, contra o Les Herbiers, nesta terça-feira, e preocupa o departamento médico da Seleção Brasileira.

O experiente jogador do PSG foi substituído já na reta final de partida pelo belga Thomas Meunier ao sentir o joelho. Embora não tenha demonstrado sinais de que sua lesão pareça ser grave a ponto de tirá-lo do Mundial, inclusive, comemorando o título da Copa da França, o 38º de sua carreira, ao lado de seus demais companheiros sem qualquer problema, o jogador pode ver seu sonho de conquistar o torneio mais importante do mundo ir por água abaixo.

A CBF afirmou que irá esperar o resultado dos exames de imagem que Daniel Alves fará nesta quarta-feira para se posicionar. Há o temor de que a lesão seja no ligamento do joelho. Caso a possibilidade seja confirmada, a tendência é que ele abra uma vaga entre os 23 selecionados do técnico Tite.

A notícia vem justamente no dia em que Daniel Alves atingiu mais uma marca expressiva em sua carreira. Nesta terça-feira, o lateral-direito chegou ao seu 38º título, se tornando o jogador com mais conquistas na história do futebol, acima até mesmo do Rei Pelé.

O técnico Tite realizará a convocação para a Copa do Mundo na próxima segunda-feira. A preparação para o Mundial inicia no dia 21 de maio, na Granja Comary, em Teresópolis. Posteriormente, o elenco verde e amarelo viaja para a Europa, onde disputará dois amistosos, contra Croácia, em Liverpool, e Áustria, em Viena.



Após romper o tendão de aquiles e passar por uma cirurgia no local, Laurent Koscielny, zagueiro do Arsenal, não poderá defender a seleção francesa na Copa do Mundo deste ano, na Rússia. A informação, que já percorria o noticiário europeu nos últimos dias, foi confirmada nesta terça-feira pelo técnico dos Gunners Arséne Wenger.

“Koscielny está, claro, devastado por causa da operação. Ele vai perder a Copa do Mundo… Vocês não o verão até dezembro na melhor das hipóteses. Ele sempre tenta ser positivo. Acima de tudo, você apenas tenta dar apoio às pessoas quando sofrem. O que é fora do comum no caso dele é que teve uma tendinite por um bom tempo e normalmente não rompe. Mas aconteceu”, afirmou o treinador, por meio de coletiva de imprensa.

Koscielny passará por um período de seis meses de recuperação (Foto: GABRIEL BOUYS/AFP)

Como o próprio Wenger indicou, o defensor de 32 anos de idade deve passar por um período de seis meses de recuperação e só deve voltar aos trabalhos normais no final de 2018. Seu retorno, portanto, é aguardado para a metade da próxima temporada do futebol europeu.

A lesão ocorreu na última quinta-feira, no confronto de volta entre Arsenal e Atlético de Madrid, pelas semifinais da Liga Europa, que terminou com vitória do time espanhol por 2 a 1 no placar agregado.

Koscielny, que, em função da idade avançada, já havia admitido que a Copa da Rússia seria sua última competição de destaque pela França, era presença certa na lista final do técnico Didier Deschamps, que será divulgada na próxima semana. O zagueiro foi titular na Copa de 2014, no Brasil, assim como na Euro 2016.



Canção que embalou a Seleção Brasileira na conquista do tetracampeonato mundial, na Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos, o Hino da Torcida Número 1 foi regravado pelas cantoras Daniela Mercury e Iza. A música pretende embalar o Brasil rumo ao titulo, como aconteceu no tetra.

“É uma música que me transmite muita força! Uma canção que faz parte do inconsciente coletivo brasileiro, que lembra as nossas vitórias”, disse Daniela Mercury. “”Quando o povo todo canta junto, a gente tem a sensação que a gente joga junto com a Seleção. E isso é um impulso gigantesco para os atletas”.

Daniela Mercury e Iza divulgaram a música em evento no Museu do Futebol (Foto: Felipe Panfili/Brahma)

Iza também comentou a oportunidade de regravar o hit. “Estou muito feliz de fazer parte desse projeto, dividir o palco com a Daniela, uma cantora que me inspira desde sempre, e regravar uma música que marcou tanto a conquista de 1994”, disse.

Para promover a música, as cantoras participaram de um pocket show no Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu, no último domingo (6). Confira abaixo os bastidores da gravação.




Luis Suárez é um dos principais jogadores do Barcelona (Foto: Lluis Gene/AFP)

Recentemente, o Barcelona conquistou o título do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei, fechando mais uma temporada positiva do clube. Mesmo com o excelente desempenho, o time catalão quer se reforçar ainda mais e, segundo Suárez, uma novidade está por vir nos próximos meses. O atacante concedeu entrevista à Rádio Rincón, da  cidade de Fray Bentos, no interior do Uruguai, e deu “boas vindas” a Griezmann, jogador do Atlético de Madrid e um dos destaques no futebol internacional.

“Enche de orgulho que tragam jogadores dessa qualidade como Antoine (Griezmann). Temos que lembrar que já  vieram Dembélé e Coutinho. São jogadores acima da média, ele está há muitos anos jogando a altíssimo nível, sempre brigando. Comanda o Atlético, e isso é fundamental no futebol. Bem vindo seja, para que não tire o lugar de ninguém, e sim com a vontade de ganhar títulos importantes”, afirmou Suárez.

O atacante uruguaio também falou para a rádio sobre a saída de Neymar para o Paris-Saint Germain. ” A saída de “Ney” foi algo que me machucou muito porque ele é um companheiro dentro e fora de campo. Mas são situações que nós temos que lidar durante a vida. “Ney” as assumiu com toda a responsabilidade, mas ele sabia que nós iríamos sentir falta dele”.

Quanto a Messi, o atleta sul-americano destacou que os dois têm uma relação muito boa. “A relação se vai fazendo no dia a dia, vamos nos conhecendo como companheiro e também como ser humano. Temos uma vida fora, somos pais, temos os mesmos costumes e também temos a mesma idade. Somos brincalhões, gostamos de nos reunir e tomar mate, às vezes sair e comer. Tudo isso ajuda a ter uma linda amizade”.

Por fim, Suárez afirmou que a Copa do Mundo na Rússia não deve ser a última da sua carreira. “Não acho que este seja meu último Mundial. Fiz 31 anos agora em janeiro, ainda há um bom tempo. Quero superar o que eu fiz na última Copa do Mundo, no qual poderia ter dado muito mais ao nosso grupo”.