Conheça Nabil Fekir, jogador do Betis que está na mira de gigantes europeus

São Paulo, SP

26-03-2021 14:05:57

Nabil Fekir tem atuado bem no Real Betis. Na 28ª rodada do Campeonato Espanhol, por exemplo, durante o jogo contra o Levante, no Estádio Benito Villamarín, ele marcou um bonito gol. Mas, sua contribuição para a equipe andaluz vai além disso.

Com três gols e seis assistências nesta temporada, o francês - campeão do mundo em 2018 - tem sido fundamental para a boa campanha dos Verdiblancos. A equipe de Manuel Pellegrini está para entrar na fase final do Espanhol lutando pela qualificação para as competições europeias - o mais provável é que seja para a Liga Europa, mas a disputa ainda está aberta pela quarta vaga na Liga dos Campeões. E tudo isso, com Fekir na liderança dentro do gramado.

Fekir, atacante de 27 anos, revelado pelo Lyon e que está no Betis desde 2019 possui algumas curiosidades, como o fato de seu clube formador o ter chamado logo aos 12 anos para ingressar em suas categorias de base. Nabil Fekir cresceu em Jaques Monod, um subúrbio de Villerbaunne em Lyon - um bairro onde as oportunidades são escassas -, e desde cedo já se destacou com a bola nos pés.

O meio-campista francês, que tem uma pequena cicatriz no rosto depois que uma tigela de óleo fervente caiu sobre ele quando era criança, quase deixou o Lyon de forma definitiva dois anos após ser contratado. Isso porque aos 14, foi descoberta uma doença no jovem jogador, a Síndrome de Osgood-Schlatter - que causa inchaço e dores nas pernas durante a adolescência.

Depois de atuar por outras três equipes ainda na base (FC Vaulx, Vaulx-en-Velin e AS Saint-Priest) entre 2007 e 2011, Fekir acabou acertando seu retorno ao clube de Lyon, onde atuou na equipe B até 2013 e enfim foi promovido ao time principal - sendo eleito o melhor jogador jovem do Campeonato Francês, a Ligue 1, em 2014/2015, e esteve presente em duas seleções da competição (além de ter sido eleito o melhor jogador do mês de outubro no país, em 2017).

Após ter seu novo contrato com o clube francês, em que incluía até a taxa de sua carteira de motorista no contrato, Fekir acabou negociado com o Real Betis, ao final da temporada 2018/2019. Tornando-se, com isso, o terceiro campeão mundial a jogar pelo clube da LaLiga - depois de Nery Pumpido (campeão com a Argentina em 1986) e Denílson de Oliveira (que venceu o Mundial com o Brasil em 2002).

Nesta temporada de 2020/2021, além de ser muito importante para o clube dentro de campo - com o Real Betis ocupando a sexta colocação com 45 pontos somados até o momento -, Nabil Fekir chegou a ingressar no Top 3 de jogadores com maior número de dribles completos em uma só rodada na competição, a 28ª, disputada no último final de semana.


 

Deixe seu comentário