Futebol/Campeonato Brasileiro

Roger Machado volta a apontar erros táticos de Lucas Lima no Palmeiras

São Paulo , SP
17/04/2018 09:00:06

Em: Brasileiro Série A, Futebol, Palmeiras

Lucas Lima já está virando assunto recorrente nas entrevistas coletivas de Roger Machado pelo Palmeiras. Na sexta-feira, o técnico falou sobre os erros de movimentação do meio-campista e como devem ser corrigidos. Já após o empate diante do Botafogo, voltou a abordar a atuação do camisa 20, repetindo as falhas citadas anteriormente.

“Lucas participou do jogo, tocou bastante na bola, mas muito mais lateralizado do que nas costas da linha, onde haviam os espaços. Ele tem como virtude ser um jogador articular e que proporciona ao time um ritmo de jogo com aproximação dos colegas, mas durante o primeiro tempo, o que eu senti foi a necessidade de ter um jogador mais à frente da linha”, disse o treinador.

Lucas Lima caiu de produção no Palmeiras (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

As críticas à função de Lucas Lima foram as mesmas em relação à entrevista anterior do treinador. Com o meia atuando pelas beiradas e atrás da linha da bola, os volantes da equipe, especialmente Bruno Henrique, precisam avançar à linha da bola e, sem ela, recompor a marcação. Não por acaso, o camisa 19 acaba diversas vezes substituído no segundo tempo.

Contra o Botafogo, Bruno Henrique foi substituído na etapa final já demonstrando cansaço. Antes, porém, foi Lucas quem deixou o campo para a entrada de Guerra, já no intervalo. O venezuelano melhorou a equipe e marcou o único palestrino.

“A opção pela entrada do Guerra já de início no segundo tempo se mostrou acertada a opção pelo Guerra, que entrou bem na partida. Na medida que ele conseguiu encontrar esse espaço e ao mesmo tempo organizar os momentos para se colocar na linha de passe a gente conseguiu evoluir”, disse o comandante.

“O Guerra também chegou um pouco mais dentro da área, o que nos deu condição de empurrar o Botafogo para o seu campo. Por vezes, o atleta não encontra espaços nos jogos, adversário está bem marcado, as linhas fechadas, pouco espaço para jogar. Mas ter um grupo com qualidade é isso aí, se em algum momento algum dos atletas não está em bom nível, lanço outro do banco. É isso”, finalizou.

Desde que chegou ao Palmeiras, Lucas Lima foi abraçado pela torcida palestrina. Em sua estreia, marcou gol e teve o nome gritado, apesar do passado com uma relação polêmica com o clube. Na última quarta-feira, diante do Boca Juniors, porém, foi viado ao ser substituído nas primeiras manifestações das arquibancadas contra o camisa 20, que não vem tendo boas atuações.




×
Quer receber notícias do Palmeiras?