Futebol

Mayke e Diogo são punidos e Palmeiras entra com efeito suspensivo

Bruno Calió - São Paulo , SP
11/10/2018 17:39:31 — 11/10/2018 19:45:40

Em: Brasileiro Série A, Escolha do editor, Futebol, Palmeiras

Nesta quinta-feira, Mayke e Diogo Barbosa foram punidos pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) por conta da confusão ocorrida após a partida contra o Cruzeiro, no Mineirão, pela semifinal da Copa do Brasil. O Palmeiras entrou com o pedido de efeito suspensivo para tentar contar com os laterais no jogo contra o Grêmio, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Pacaembu.

Ambos foram denunciados no artigo 254-A do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que fala em agressão física. A pena nesse caso varia de quatro a 12 partidas, de acordo com o regulamento, mas os auditores entenderam que a punição deveria cair pela metade pelo fato de os palmeirenses não terem acertado as tentativas de agressão.

O Palmeiras ainda foi punido com multa de R$ 50 mil por conta das confusões nas arquibancadas envolvendo sua após o apito final do confronto. A Gazeta Esportiva, na ocasião, relatou como o entrevero teve início no Mineirão. Vale ressaltar que o presidente da comissão de arbitragem, Rodrigo Raposo, pediu perda de mandos de jogos para o Palestra, afirmando que o clube era “reincidente”, mas teve o voto vencido.

O Verdão irá recorrer da punição financeira. Caso não consiga o efeito suspensivo, o Palmeiras pode ficar sem laterais para o confronto com o Grêmio, já que Marcos Rocha está lesionado e Victor Luís está suspenso. O volante Jean e o zagueiro Nico Freire podem ser improvisados nas alas.

Mayke ainda pode ficar fora do duelo contra o Ceará, e só poderia voltar contra o Flamengo em caso de negativa ao efeito suspensivo. A situação de Diogo Barbosa é a mesma, mas o atleta já não enfrentaria o Grêmio por conta de um entorse no tornozelo direito.




×
Quer receber notícias do Palmeiras?