Ex-palmeirense convive com legião brasileira no Shakhtar e se distrai no videogame

Bruno Ceccon - São Paulo,SP

26-07-2020 08:00:56

O zagueiro Vitão, campeão ucraniano pelo Shakhtar Donetsk, convive com uma legião de brasileiros no time europeu. Além de interagir com os compatriotas, o jovem de 20 anos de idade costuma se distrair jogando videogame ou ao lado da namorada.

No Shakhtar, Vitão tem a companhia de outros 12 brasileiros, entre eles Taison, Dentinho, Alan Patrick, Maycon e Fernando, mais um formado nas categorias de base do Palmeiras. Há, inclusive, dois atletas que se naturalizaram ucranianos: o meio-campista Marlos e o atacante Junior Moraes.

“O Fernando namora e eu também fico com minha namorada”, contou Vitão, citando o companheiro dos tempos de Palmeiras. “Fico aqui mais jogando videogame. No tempo livre, cada um vai para o seu canto e, às vezes, saímos para jantar e fazer alguma coisa juntos”, descreveu.


O ex-zagueiro do Palmeiras passou por todas as categorias da Seleção Brasileira e chegou a disputar o Mundial Sub-17 na condição de capitão do time. Contratado pelo Shakhtar Donetsk em setembro de 2019, ele ainda sente certa dificuldade para exercitar sua liderança por conta do idioma.

“A comunicação é um pouco difícil, mas, com o tempo, você já vai aprendendo automaticamente e conseguindo se comunicar com os companheiros. Isso é só com o tempo mesmo”, disse Vitão, que fala em português não apenas com os compatriotas, mas também com o técnico lusitano Luis Castro.

Depois de um período jogando pelo time sub-21, com o Shakhtar Donetsk campeão de forma antecipada, Vitão teve a chance de estrear pela equipe principal e disputou as últimas quatro rodadas do Campeonato Ucraniano. O ex-palmeirense enfrentou Dínamo de Kiev (3 x 2), Desna (4 x 2 ), Kolos (2 x 0) e Oleksandriia (2 x 2).

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Palmeiras?