Com Jean perto do retorno, Fabiano não se incomoda em voltar ao banco

Daniel Chiesa Gelbaum* - São Paulo,SP

14-04-2017 09:00:34

Atual titular da lateral direita palmeirense, Fabiano tem acumulado boas atuações, entre elas a da última quarta-feira, quando fez o gol da vitória do Palmeiras sobre o Peñarol já nos acréscimos do jogo. No entanto, o jogador pode perder a vaga para Jean, antigo dono da posição, que se recuperou de lesão. Com espírito de grupo, o camisa 22 garante não se incomodar em voltar ao banco de reservas.

“É tranquilo, eu respeito o Jean, até porque ele não saiu da equipe por não estar em um bom momento, mas sim por causa de uma lesão. Se o professor Eduardo optar por ele com certeza vai ter meu apoio, porque ele (Jean) me apoiou muito e até falou antes do jogo que tinha sonhado que eu ia fazer um gol. Isto demonstra o respeito que a gente tem um pelo outro e, independentemente de quem tiver a oportunidade, com certeza quem estiver do lado de fora vai apoiar”, disse.

Ainda sem saber quem o técnico Eduardo Baptista vai escalar na partida contra a Ponte Preta, que acontecerá no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), no Moisés Lucarelli, pelas semifinais do Campeonato Paulista, Fabiano confia na qualidade do elenco alviverde e garante que o Palmeiras irá forte para o jogo.

"São coisas que a comissão técnica e o departamento médico vão decidir. A gente trabalha no dia a dia buscando sempre o espaço como titular e sempre respeitando os companheiros de trabalho. Todos aqui estão focados e se preparando para quando tiver uma oportunidade. A gente tem um grupo forte, muito qualificado, então independentemente de quem atuar vamos ter a mesma qualidade. Tomara que a gente possa manter a sequência de bons resultados”, analisou.

Em semana desgastante, com jogos importantes na quarta-feira e no domingo, Fabiano avalia que é possível descansar de uma partida e também se preparar para o próximo compromisso, e se apoia na família para conseguir manter o foco. O lateral citou o exemplo do irmão “pé-quente”, que acompanhou de perto a vitória do Palmeiras sobre o Peñarol no Palestra Itália.

"Dá para descansar e já se preparar, virar a página. Sabemos das dificuldades que vamos encontrar no domingo, contra a Ponte Preta. Meu irmão estava no jogo ontem, foi a primeira vez que ele veio para São Paulo ver um jogo. Ele fala que é ‘pé-quente’ e novamente foi. Fico feliz, a gente passa o maior tempo longe da família, são pessoas importantes que confiam na gente e sempre estão ao nosso lado”, completou.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Palmeiras?