Alecsandro desabafa após voltar a marcar, mas nega "bico" por banco

José Victor Ligero - São Paulo,SP

26-05-2016 00:33:16

Alecsandro foi chamado pelo auxiliar técnico Cuquinha durante o intervalo da partida contra o Fluminense, realizada na noite desta quarta-feira, no Estádio Palestra Itália. Substituindo o lateral esquerdo Egídio, o jogador de 35 anos anotou, no segundo tempo, o gol que fechou o placar da vitória alviverde, por 2 a 0, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, além de ter sofrido a falta que originou o primeiro do Palmeiras.

Autor de dez tentos na temporada, sendo vice-artilheiro do Verdão, atrás somente de Gabriel Jesus, com 11, o experiente atacante foi reserva na goleada por 4 a 0 diante do Atlético-PR e não agradou durante a derrota para a Ponte Preta no último sábado, sendo substituído por Rafael Marques no segundo tempo de Campinas. A ultima vez que havia ido às redes fora no dia 18 de abril, na vitória palestrina por 2 a 0 sobre o São Bernardo, pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

Após voltar a balançar as redes, Alecgol, como é carinhosamente chamado por torcedores palmeirenses, desabafou pelo mal momento vivido nas duas primeiras rodadas do torneio nacional, mas negou fazer "bico" por ter frequentado o banco de reservas nas últimas partidas e se colocou à disposição de Cuca para ajudar o Alviverde na busca pelo título, que não vem desde 1994.

"Lógico que qualquer coisa que a gente falar pode se virar contra a gente. Mas eu vinha de uma sequência boa e sendo eleito por vocês o melhor da partida. Lógico que a sequência era esperada e não aconteceu, mas o Cuca é bom treinador e a gente espera que ele escale sempre os melhores. Vou continuar trabalhando, seja titular ou não. Pelo momento que eu estava vivendo, fiquei surpreendido, mas não chateado. Nada de bico. Mas o bom jogador reconquista a posição e é isso que vou buscar", explicou o camisa 29, elogiado por seu companheiro de ataque, Jesus.

"O Alecsandro é experiente, excelente centroavante, jogador, pessoa, e nos ajuda bastante. Hoje ele mostrou mais uma vez que apesar da idade está em forma e em condições boas. Ele ajuda a gente pra caramba", avaliou o garoto.

Segundo colocado do Brasileiro com seis pontos, o Palmeiras volta a campo neste domingo para fazer o Choque-Rei com o São Paulo, às 16 horas (de Brasília), no Morumbi, pela quarta rodada da competição.

Deixe seu comentário