Odair sofre do coração e Danilo explica falha em vitória do Inter

São Paulo, SP

31-05-2018 00:13:29

O Internacional bateu o Vitória por 3 a 2 na noite dessa quarta-feira em uma partida eletrizante, que acabou com o triunfo colorado graças a gol marcado no último minuto do jogo, como já havia acontecido contra o Corinthians, na última rodada. Dessa vez, o técnico Odair Hellmann brincou com a situação.

“Precisa estar com o coração bom. Deu uma dor no coração, nos braços. Não sabia se morreria. Muita emoção. No último jogo, foi assim. Conversarei para ver se (o gol) não pode sair aos 37, 38 (minutos). Ou o coração do Papitinho (apelido de Odair) enlouquecerá”, descontraiu o comandante gaúcho, em entrevista coletiva.

“O importante foi que a equipe remontou e conseguiu a vitória. A situação do pênalti, se entra e faz 3 a 0 (Rossi cobrou no travessão), na teoria, o jogo acabou. Você precisa seguir até o final. O futebol tem estas coisas. A equipe que está em casa, cresce. Eles foram com o estado anímico muito mais forte. Conversamos e falamos que viriam mais fortes, com pressão. Começamos a ter dificuldades. Eles encontravam infiltração, mas sempre estivemos na partida. Fomos coroados. Isso mostra que o time não abdicou da vitória”, completou.

Já Danilo Fernandes fez questão de exaltar seus companheiros, principalmente depois da falha no segundo gol do Vitória. Aderllan aproveitou saída errada do goleiro colorado em cobrança de escanteio para empatar o jogo de cabeça. No fim, deu tudo certo, mas Danilo não deixou de explicar seu erro.

“Reclamamos no primeiro tempo do refletor. Não vi nada, a bola era minha. É do futebol, infelizmente. Graças a Deus, o Nico nos ajudou, me ajudou. Merecíamos a vitória pelo que fizemos no primeiro tempo. Foi justo, no sofrimento. Se em todo jogo fizermos gol no último minuto, está valendo, mas foi emocionante. Saímos na frente, mas depois o Rossi perdeu o pênalti, eu não vi por causa do refletor”, concluiu.


Deixe seu comentário