Dirigentes vão doar parte dos salários para funcionários do Fluminense

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

28-03-2020 15:08:39

O Fluminense segue procurando receitas para conseguir colocar em dia os salários dos jogadores e principalmente dos funcionários do clube. A pandemia do novo coronavírus, que interrompeu as competições de futebol em quase todo o mundo, acabou atrapalhando ainda mais a luta do Tricolor para conseguir dinheiro. Diante deste cenário os dirigentes do Tricolor decidiram adotar uma medida solidária: vão doar 15% dos seus salários para os funcionários.

Em uma carta aberta ao presidente Mário Bittencourt eles escreveram que "A pandemia do Coronavírus nos impõe alguns grandes desafios. Em primeiro lugar, salvar vidas... por conta disso nós gerentes, diretores e pretadores de serviço do Fluminense Football Club decidimos agir e pensar no coletivo, buscando preservar a manutenção dos salários e empregos daqueles que ganham menos. Entendemos os esforços do clube e, dessa formo, propomos uma redução de 15% da redução de nossos vencimentos enquanto esta situação perdurar".

A diretoria do Fluminense não divulgou os nomes de quem adotou a medida e nem dos funcionários que serão auxiliados. Mas o presidente agradeceu a medida. Mário Bittencou publicou em uma rede social o seguinte comunicado: "Gostaria de agradecer o generoso gesto dos diretores, gerentes e prestadores de serviços do Fluminense que propuseram a redução de 15% de seus vencimentos durante o período de paralisação. A atitude bonita e grandiosa já motivou vários outros funcionários do clube a aderirem ao movimento. Tudo visando a manutenção dos empregos dos funcionários de menor salário. A atitude emociona e me deixa muito honrado em poder liderar uma equipe com esta hombridade. O clube vem tomando várias medidas que serão anunciadas em breve para amenizar os prejuízos e seguirá buscando caminhos para sair ainda mais forte. #orgulhodesertricolor".

A diretoria do Fluminense também decidiu antecipar as férias dos jogadores. Os atletas vem mantendo a forma em suas casas, respeitando a quarentena, sob a orientação de uma cartilha elaborada pelos preparadores físicos do plantel. Porém, a partir de 1 de abril, a quarta-feira da próxima semana, os atletas terão vinte dias de férias. A antecipação das férias dos atletas, inclusive pode facilitar que eles sigam com o plantel pelos meses de dezembro e janeiro caso assim seja determinado pelo calendário da CBF. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferjk) anunciou esta semana que o Campeonato Carioca está paralisado até 30 de abril, mas na entidade já se fala que o prazo será estendido pelo menos até o fim de maio.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

 

Deixe seu comentário