CSA

Futebol/ Série A

Jordi reclama da falta de estrutura no CSA, mas leva bronca do presidente e se desculpa

São Paulo , SP
24/10/2019 21:06:16

Em: Brasileiro Série A, Campeonatos, CSA, Futebol, Notícias, Times

A fase do CSA não está ruim só dentro de campo. Fora das quatro linhas, o clima esquentou nesta quinta-feira, após a publicação de um vídeo do goleiro Jordi, dizendo que não havia almoço e nem talher nas dependências do clube.

“Estamos aqui, pedimos aquela quentinha, só que nem talher nós temos para comer. Temos que comprar a quentinha para almoçar, porque não tem almoço e ainda não temos talher. É assim que é a recuperação do atleta. Difícil. A gente busca fazer o melhor, mas um clube sério como esse deixa a desejar. Pelo menos uma refeição digna pra que a gente possa trabalhar, se alimentar e descansar um pouco para poder recuperar e voltar o quanto antes”, comentou o arqueiro.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Jordi sofreu uma lesão na coxa esquerda no duelo do Azulão contra o Goiás, no dia 12 de outubro. Desde então, vem se recuperando e intensificando o tratamento para voltar o quanto antes. O camisa 12 ficou de fora do empate contra o Atlético-MG, da derrota para o Botafogo e a tendência é que continue ausente no jogo de domingo, contra o Flamengo.

Rapidamente o vídeo repercutiu nas redes sociais e, poucas horas depois, o presidente do CSA, Rafael Tenório, postou um vídeo rebatendo as críticas.

“Nada disso é verdade. O CSA tem uma estrutura hoje composta por grandes profissionais, setor médico, nutricional, profissionais competentes. Nada disso é verdade. Nós tomamos conhecimento desse fato e as medidas serão tomadas. O CSA é maior que qualquer comentário e qualquer posição individual. Nada disso procede. Nós vamos continuar firmes, fortes e trabalhando no CSA com responsabilidade”, disse.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Ainda nesta tarde, Jordi pediu desculpas após o alvoroço e disse que não quis denegrir a imagem da instituição.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Gostaria de pedir desculpas aos torcedores e ao Centro Sportivo Alagoano. Sempre tive respeito de todos aqui e é um sentimento mútuo. Infelizmente, falei de um assunto interno de uma maneira inapropriada. Este vídeo foi feito na semana passada e enviado em um grupo restrito do clube. A minha ideia desde o início foi chamar atenção para um assunto importante, porém em nenhum momento quis que esse vídeo tivesse a intenção de magoar ou denegrir o ambiente dentro do CSA. Inclusive, ontem, antes desse vídeo ser vazado, tive uma reunião com o presidente do clube, o treinador e o diretor de futebol. Nesta reunião pedi desculpas ao presidente, que inclusive, me multou antes do vazamento do vídeo. Peço mais uma vez desculpas a quem se sentiu ofendido e gostaria de virar a página deste assunto. O meu foco neste momento será a minha recuperação e a busca pelas vitórias para manter o CSA na 1ª divisão do Campeonato Brasileiro.

Uma publicação compartilhada por Jordi Martins (@jordimartins40) em

“Gostaria de pedir desculpas aos torcedores e ao Centro Sportivo Alagoano. Sempre tive respeito de todos aqui e é um sentimento mútuo. Infelizmente, falei de um assunto interno de uma maneira inapropriada. Este vídeo foi feito na semana passada e enviado em um grupo restrito do clube. A minha ideia desde o início foi chamar atenção para um assunto importante, porém em nenhum momento quis que esse vídeo tivesse a intenção de magoar ou denegrir o ambiente dentro do CSA”.

Na zona de rebaixamento, com 26 pontos, a equipe alagoana está a três jogos sem vencer e tem pela frente o líder do Brasileirão e embalado Flamengo, em pleno Maracanã, às 19h do próximo domingo.