Mano Menezes confirma Paulo André na vaga de Manoel no domingo

Do correspondente Gustavo Aleixo - Belo Horizonte,MG

23/10/15 | 20:17

Paulo André volta ser titular após ficar de fora nas últimas três rodadas (Washington Alves/Light Press)
Paulo André ganhou a vaga no time titular no treino desta sexta-feira (Washington Alves/Light Press)

Douglas Grolli terá que esperar um pouco mais para fazer a sua primeira partida como titular pelo Cruzeiro. Apesar de o defensor ter atuado como titular no treinamento de quinta-feira, quem formará a dupla de zaga com Bruno Rodrigo, na partida de domingo, contra o Goiás, às 18h (de Brasília), no Serra Dourada, será o zagueiro Paulo André.

Escalado entre os titulares no coletivo desta sexta-feira, o experiente defensor teve a sua escalação confirmada por Mano Menezes, em entrevista coletiva concedida na Toca da Raposa II. Segundo o treinador, a boa saída de bola e o fato de as qualidades de Paulo André casarem melhor com as características de Bruno Rodrigo foram pontos determinantes para que o zagueiro ganhasse a vaga deixada por Manoel, que cumprirá suspensão na rodada.

“Nós vamos iniciar com o Paulo André, um jogador com uma característica de complementação para o Bruno Rodrigo que se adequa mais. Temos a necessidade de ter uma boa saída de bola, o Manoel tem feito isso de uma maneira muito eficiente, e a gente quer manter, porque, para atacar com qualidade, você precisa, na primeira etapa de construção, sair com a bola bem tocada de trás”, destacou o treinador, que também comentou sobre a influência das dimensões do gramado do Serra Dourada na escolha de Paulo André como titular.

Apesar de o Goiás vir de quatro derrotas consecutivas, Mano espera dificuldades no Serra Dourada (Washington Alves/Light Press)
Apesar de o Goiás vir de quatro derrotas consecutivas, Mano espera dificuldades no Serra Dourada (Washington Alves/Light Press)

“É um gramado grande, de dimensões grandes em Goiânia, então a gente não pode errar nessa saída, sob a pena de tomar um contra-ataque numa zona do campo onde um erro pode ser fatal. Então, a escolha do Paulo André se deve a isso”, acrescentou.

Há quase dois meses no comando do Cruzeiro, Mano também comentou sobre a quarta troca de treinador do Goiás no Brasileirão que, no domingo, será treinado pelo preparador físico Danny Sérgio, promovido ao cargo de técnico após Artur Neto pedir demissão ao final da rodada passada. Para o comandante celeste, a presença de um profissional que está no clube esmeraldino há 16 anos e que tem uma relação próxima com os jogadores pode gerar dificuldades para o Cruzeiro.

“A gente imagina um Goiás diferente do que víamos nas últimas rodadas, com muito mais disposição. É natural que seja assim, o próprio perfil da escolha do substituto aponta para isso. Geralmente é alguém que está no clube, que é bem quisto pelos jogadores e, nessa hora, a dedicação é grande”, salientou.

“O que eu tenho trabalhado bastante com os jogadores é para que a nossa dedicação seja na mesma proporção. Se o jogo vale muito para o Goiás, também vale muito para o Cruzeiro, e a gente vai para Goiânia para fazer o melhor que pudermos para tentar conquistar mais uma vitória. Independentemente do grau de dificuldade, nossa disposição tem que ser a mesma”, completou.

Deixe seu comentário