Zagueiro croata tranquiliza Argentina e Nigéria antes de pegar a Islândia

São Paulo , SP
24/06/2018 10:00:44 — 24/06/2018 10:03:12

Em: Copa do Mundo, Croácia, Futebol
O zagueiro Dejan lovren garantiu seriedade croata diante da Islândia (Foto: Paul Ellis/AFP)

No que depender do zagueiro Dejan Lovren, argentinos e nigerianos podem ficar tranquilos porque a Croácia jogará a sério contra a Islândia, pela última e decisiva rodada do Grupo D da Copa do Mundo. Com seis pontos ganhos, os croatas lideram a chave e já estão classificados às oitavas de final. O técnico Zlatko Dalic, portanto, já confirmou que poupará cinco titulares pendurados com cartão amarelo para o embate com os nórdicos.

Argentina, com um ponto, e Nigéria, com três, se enfrentam na próxima terça-feira, às 15 horas (de Brasília), em São Petersburgo. Para seguirem adiante no Mundial, além da vitória, sul-americanos e africanos precisam que a Croácia não seja derrotada pelos islandeses no mesmo dia e horário.

“Entendo perfeitamente sua posição e tenho certeza de que haverá mudanças. É normal. Não temos que correr riscos com alguns jogadores que têm cartões amarelos. Mas queremos ganhar e não vamos especular”, assegurou Lovren, elogioso ao trabalho de seu treinador.

“Zlatko criou um ambiente fantástico com a gente. Fez uma relação incrível com os jogadores desde o começo. Sabe como dialogar com os atletas. Não é nosso melhor amigo, mas também o entendo. Há um grande nível que deve ser mantido”, avaliou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Lovren também opinou sobre a Seleção Brasileira e Philippe Coutinho, com quem dividiu vestiário no Liverpool e que agora defende o Barcelona. “Acompanho todas as suas partidas e as do Brasil. Estão jogando bem, mas ainda não alcançaram o melhor nível e espero que não o faça. Coutinho é um jogador fantástico. Não há muito o que dizer”, analisou.

Na visão do zagueiro, no entanto, Luka Modric ocupa um patamar acima. Lovren ressaltou que, se tivesse a nacionalidade de um país mais popular no futebol, seu companheiro de seleção croata poderia ganhar o prêmio de melhor jogador do mundo pela Fifa.

“Já disse muitas vezes que Modric é fantástico. Atualmente é um dos melhores jogadores do mundo. Se Luka fosse alemão ou espanhol estaria sempre entre os três melhores e poderia ganhar a Bola de Ouro. Mas a Croácia é um país menor e recebe menos atenção”, concluiu.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Ads – Rodapé Posts