Futebol/Campeonato Paranaense

Marquinhos usa falta de ritmo para minimizar revés do Coxa em jogo-treino

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes - Curitiba , PR -
21/01/2015 11:00:00

Em: Campeonato Paranaense, Campeonatos Estaduais, Coritiba, Futebol

O ano começou com derrota para o Coritiba em seu primeiro jogo-treino na cidade de Atibaia, local escolhido para a pré-temporada. Os 2 a 0 sofridos diante do Red Bull, é claro, não têm tanta importância pra comissão técnica, que queria mesmo era avaliar o grupo em situação de jogo. O técnico Marquinhos Santos minimizou o placar e lembrou que o adversário vem fazendo uma preparação forte e, apesar de desconhecido por muito, tem conquistado o respeito do torcedor em São Paulo.

“Nós enfrentamos uma equipe que está treinando junto faz algum tempo, possuem jogadores experientes e estão se preparando para um campeonato de alto nível, o Paulistão”, ponderou o treinador, que aproveitou para observar ainda algumas variações no time. Aliás, para buscar maior ritmo, quem não atuou os 90 minutos, volta a campo nesta quarta-feira para encarar o Audax.

Apesar do discurso de que o Coxa será um time focado em atacar, o setor que recebeu mais atenção foi o defensivo. Com três zagueiros, Welinton, Luccas Claro e Leandro Almeida, e três volantes, João Paulo, Rosinei e Pedro Ken, coube aos alas Norberto e Carlinhos, além de Dudu pelo meio, tentarem criar para o único atacante em campo, Mazinho. Por enquanto, sem sucesso, já que a rede não balançou pelo lado alviverde.

A equipe considerada titular tem mais um jogo-treino no final de semana, quando vai a Campinas encarar a Ponte Preta, adversário, em tese, ainda mais forte e que dará um panorama ainda mais real da situação coxa-branca às vésperas da estreia no Estadual. “A tendência é de que nós possamos ter uma ideia de time a partir do jogo contra a Ponte Preta, já que lá estaremos a exatamente uma semana de nossa estreia no estadual”, concluiu.