Barroca lamenta expulsão no início do jogo e exalta vontade dos jogadores do Coritiba

São Paulo, SP

20/08/20 | 09:24

Com a derrota de 3 a 1 para o Corinthians na noite desta quarta-feira, o Coritiba conheceu seu quarto revés em quatro partidas no Brasileirão. Após o jogo, o treinador Barroca lamentou que Yan Sasse tenha sido expulso com 15 minutos de bola rolando e disse que jogar com um a menos prejudicou os planos do Coxa.

"Hoje, infelizmente, aconteceu um fato atípico, que foi uma expulsão, muito difícil e interferiu em qualquer projeção da gente em relação à dinâmica de jogo, assim como aconteceu contra o Flamengo", comentou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Na partida contra o Flamengo, Renê Júnior foi expulso aos 12 do segundo tempo. Na oportunidade, os cariocas levaram a melhor por 1 a 0 em pleno Couto Pereira.

Yan foi para o chuveiro quando o duelo ainda estava 0 a 0. O Coritiba viu o Corinthians abrir o placar com Léo Natel, mas teve garra e conseguiu igualar o marcador nos últimos minutos da primeira etapa com Sassá.

Apesar do novo resultado negativo, Barroca fez questão de dar moral aos seus jogadores e salientar mudanças para a remontada na tabela.


"Hoje é um dia que preciso exaltar os jogadores que ficaram em campo. A nossa equipe foi brava, teve coragem para sair jogando e criar situações mesmo com um a menos contra uma equipe forte que é o Corinthians. Pensando no jogo de hoje, é difícil avaliar de maneira justa. Naturalmente, pelos resultados dos últimos jogos, nós precisamos sair dessa zona de emergência o mais rápido possível e acredito que só vamos fazer isso jogando bem. É buscar a vitória o mais rápido possível tentando jogar o melhor que a gente puder", completou.

O próximo desafio do Coxa será no domingo, diante do Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista, no domingo.

Deixe seu comentário