Vice ameaça seguir Edu Ferreira e deixar a diretoria do Corinthians

São Paulo, SP

17-10-2016 16:49:26

André Negão está incomodado por ocupar um cargo "decorativo"

O presidente Roberto de Andrade poderá perder mais um aliado. Menos de uma semana após Eduardo Ferreira deixar a diretoria de futebol do Corinthians, incomodado com a contratação do técnico Oswaldo de Oliveira, o vice-presidente André Luiz Oliveira, o André Negão, passou a cogitar o seu desligamento.

Derrotado na disputa pelo cargo de vereador em São Paulo nas últimas eleições, apesar de ter recebido 20.481 votos, André Negão reclama de ocupar um posto “decorativo” no Corinthians, conforme definiu ao Uol, não participando das tomadas de decisão da diretoria. O vice ganhou as manchetes neste ano por ser investigado na operação Operação Lava Jato pelo suposto recebimento de R$ 500 mil em propinas da Odebrecht à época da construção do estádio de Itaquera.

O vice é bastante próximo do ex-presidente Andrés Sanchez, que esteve no programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, desse domingo e não escondeu o seu descontentamento com Roberto de Andrade. O mandatário se isolou no seu grupo político corintiano por apostar unilateralmente em Oswaldo de Oliveira como sucessor de Cristóvão Borges e Fábio Carille.

Roberto de Andrade foi eleito em fevereiro de 2015 para um mandato válido até 2018. O seu segundo vice-presidente é Jorge Kalil.

Deixe seu comentário