Torcida do Corinthians protesta após derrota no clássico: "Quarta-feira é obrigação"

São Paulo, SP

13/08/22 | 22:26

A derrota no clássico para o Palmeiras por 1 a 0, neste sábado, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, em plena Neo Química Arena, em São Paulo, não agradou em nada boa parte da torcida do Corinthians. Ainda dentro do estádio, assim que o jogo acabou, e depois fora dele, na saída do estacionamento, os protestos aconteceram.


Após o apito final do árbitro Raphael Claus, torcedores corintianos entoaram o grito "quarta-feira é obrigação". A referência é com relação ao duelo contra o Atlético-GO, pela rodada de volta das quartas de final da Copa do Brasil, também em casa. Na ida, em Goiânia, derrota por 2 a 0.

Pouco tempo depois, torcedores organizados foram até a avenida Radial Leste, por onde sai o ônibus do Corinthians, e prosseguiram com o protesto por mais alguns minutos.

"Ou joga por amor ou joga por terror", "time sem vergonha" e "tem que ser homem para jogar no Coringão" foram alguns dos cânticos, que foram encerrados sem tumultos.

Além da necessidade de vitória na próxima quarta-feira, a pressão no Corinthians vem da eliminação nas quartas de final da Copa Libertadores para o Flamengo e agora com o Palmeiras abrindo nove pontos de vantagem (48 a 39) na liderança do Brasileirão.

Deixe seu comentário