Tite elege Renadson o melhor e destaca Valdívia, Roger e Daronco

Marcos Guedes - São Paulo,SP

27-11-2015 15:33:31

No papel que será enviado à CBF, Tite se recusou a preencher o campo “melhor jogador do Campeonato Brasileiro” com um só nome. Renato Augusto e Jadson – dupla de meias que passou a ser chamada pelos torcedores de Renadson, tamanha a sintonia – foram os escolhidos pelo técnico do Corinthians.

“Vou falar: se não dividirem, é injustiça para qualquer um dos dois que não ganhar. Divide ou dá dois. Há certas horas em que é preciso fazer isso”, comentou o treinador. “Votei nos dois. Se não quer, pode anular meu voto.”

O gaúcho não destacou apenas atletas de sua equipe, mas mostrou grande apreço por seu estado. Um atleta do Internacional, o técnico do Grêmio e um árbitro do Rio Grande do Sul tiveram os seus trabalhos no Nacional elogiados pelo técnico campeão.

“Olha, é difícil apontar essas coisas, não acompanhei suficientemente todas as equipes. Vou ter que escolher entre o Jemerson e o Felipe? Não dá. Mas árbitro vou falar. Árbitro é o (Anderson) Daronco. Apitou muito, muito, muito. Mesmo nos jogos em que teve polêmica, ele não foi arrogante, desrespeitoso. Vi uma linguagem corporal de respeito associada a uma técnica muito boa”, afirmou.

Tite também citou o técnico Eduardo Baptista, que trabalhou no Sport e no Fluminense ao longo do Brasileiro, antes de se estender sobre o comandante do Grêmio. A equipe é dirigida por Roger, que foi seu jogador na própria formação tricolor.

“Falo muito isento sobre o Roger. Estilo, conhecimento, atualização, modernidade. Ele tem tudo isso reunido e conduta pessoal. Fala o que faz. Faz o que fala. Coerência. É um baita de um cara. Está bom, sou um pouquinho suspeito? Tudo bem, mas é a revelação entre os treinadores. O Baptista também fez um grande trabalho”, avaliou.

Por fim, ganharam aplausos o atacante Valdívia, que termina o ano com uma contusão grave no joelho, e o jovem lateral esquerdo Guilherme Arana, do Corinthians, que chamou de “surpresa positiva”. “A revelação foi o Valdívia, do Internacional. E estou louco para botar o Arana, ali, junto.”

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?