Sem invasão, Fiel faz a festa em treino aberto antes de decisão

Tomás Rosolino e Tiago Salazar - São Paulo,SP

25-09-2018 18:07:35


A torcida do Corinthians voltou a dar seu apoio à equipe em uma véspera de decisão na tarde desta terça-feira, na Arena, um dia antes da partida contra o Flamengo, na noite de quarta, às 21h45 (de Brasília), pela volta da semifinal da Copa do Brasil. Sem a tradicional invasão de campo após a atividade, impedida após incessantes pedidos da organização e pelo posicionamento de policiais militares ao redor do gramado, a festa dessa vez ficou restrita às arquibancadas do local.

Ainda que o alto-falante tenha anunciado mais de 40 mil presentes no local (posteriormente corrigido para 38 mil, mesmo número de ingressos trocados), a movimentação não pareceu alcançar o nível de outra atividades. O volume de pessoas, por exemplo, não parecia superar visualmente aquele registrado antes do Derby do segundo turno do Brasileiro do ano passado, quando 32 mil estiveram no local para incentivar a equipe naquela que seria a "decisão" do torneio.

A comparação fica ainda pior com relação à final do Paulista, quando 37 mil foram ao treinamento em uma sexta-feira à noite antes da decisão no Allianz Parque. Números à parte, porém, a festa seguiu o padrão dos outros anos, com muitas bandeiras e gritos de incentivo num raro contato das pessoas com os atletas fora dos dias de jogos.

Em grande número desde horas antes da chegada dos jogadores, a Fiel recepcionou o ônibus no entorno da Arena e logo entrou. A torcida entoou desde o famigerado "Bando de loucos" até o recente "Sangue no olho", que ganhou fama nos últimos clássicos. A referência maior ao Flamengo se deu em algumas ocasiões nas quais pôde se ouvir "P... que pariu, é a maior torcida do Brasil, Corinthians" no setor Norte.

Recheado de gente, em especial pela ausência de cadeiras, o local foi onde as músicas mais foram "puxadas". Porém, com um público visivelmente mais eclético do que o dos jogos, outros setores também entoaram músicas em alto e bom som. Em campo, o goleiro Cássio e o meia Danilo foram os mais celebrados. Um "peixinho" de Danilo no treino de finalização, que resultou em gol, fez a galera explodir na Arena e gritar o nome do meia;

Depois de cerca de duas horas de trabalho, encerradas com um show de Cássio no treino de pênaltis, os atletas se reuniram no gramado e agradeceram a torcida. Assim como prometeu Jair, o time não foi revelado, com 11 possíveis titulares trabalhando juntos. A única dúvida, porém, é na cabeça de área: Ralf, de volta após suspensão no final de semana, disputa vaga com Gabriel, que teve boa atuação contra o Internacional.

Dessa forma, o provável Corinthians para encarar o Flamengo tem Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf (Gabriel) e Douglas; Ángel Romero, Jadson, Mateus Vital e Clayson. Por ter empatado sem gols no jogo de ida, no Maracanã, o Alvinegro precisa apenas de uma vitória simples para avançar e ser um dos finalistas da Copa do Brasil.


Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?