“Livre” no mercado, confira números de Pedrinho após saída do Corinthians

São Paulo, SP

08-03-2022 08:00:00

O meia-atacante Pedrinho, do Shakhtar Donetsk, foi liberado pela Fifa, assim como outros jogadores que atuam na Ucrânia, a fechar contrato com outros clubes. O país foi invadido pela Rússia em guerra que dura 12 dias e está com competições locais suspensas.

Por isso, o brasileiro entrou na mira de diversos clubes, inclusive o Corinthians, seu formador. Pedrinho chegou ao alvinegro em 2013, natural de Maceió, no Alagoas, onde está atualmente, tentando se recuperar do choque da guerra.

Fez sua estreia no profissional em 2017 e atuou em 141 jogos com a camisa do Timão, tendo marcado 12 gols. Ao todo, estava no elenco campeão do tricampeonato Paulista (2017, 2018 e 2019) e do Brasileirão de 2017, além da Copa São Paulo de Futebol Júnior do mesmo ano.


Ele saiu do Parque São Jorge em 2020, negociado com o Benfica por 20 milhões de euros (cerca de R$ 92 milhões na época). No clube português, fez apenas 33 partidas (11 como titular), com poucos minutos jogados. Balançou as redes apenas uma vez sob comando de Jorge Jesus.

Então, foi negociado com o Shakhtar Donetsk por 18 milhões de euros (R$ 111 milhões na ocasião). Aos 23 anos, ele fez 19 jogos, sendo 16 entre os 11 iniciais, fez quatro gols e deu duas assistências, totalizando seis participações diretas. Segundo o Footstats, foi uma participação a cada 209 minutos.

O nome do jogador surgiu como interesse do Corinthians logo que a guerra estourou na Ucrânia. O empresário dele confirmou que o alvinegro era um dos interessados, mas que a concorrência é forte, até com Palmeiras e São Paulo na disputa.

Além disso, ele disputaria posição com Renato Augusto, Paulinho, Giuliano e Willian no atual time titular de Vítor Pereira.

Deixe seu comentário