Fausto Vera nega acordo com o Corinthians e responde se aceitaria o desafio

São Paulo, SP

22/07/22 | 20:22 - 22/07/22 | 20:24

O meio-campista Fausto Vera, do Argentinos Juniors, negou que haja um acordo fechado com o Corinthians. Nesta sexta-feira, um acerto verbal entre os clubes foi selado, mas o contrato ainda precisa ser assinado, segundo apurado pela Gazeta Esportiva, o que deve acontecer nos próximos dias.

"Estavam dizendo nas últimas horas que estava fechada a negociação para o Corinthians, mas não há nada confirmado. Se não se firma em papel, a realidade é que...", disse o jogador à ESPN argentina, quando é interrompido pelo apresentador, que pergunta: "toparia o desafio?".

Ele responde: "Sim, é um clube muito grande e obviamente é um desafio lindo, seria bonito, sobretudo, brigar por coisas importantes".

Mais cedo, segundo informações obtidas pela reportagem, Corinthians e Argentinos Juniors selaram um acordo verbal pela compra de 70% dos direitos de Fausto Vera. A porcentagem restante ficará dividida em 20% para o clube argentino e 10% para o próprio atleta.

A fonte ouvida pela reportagem ainda fez um pedido para que o clube "cuide bem de Fausto, pois é uma pessoa muito boa".


Os valores, confidenciais, não foram divulgados. Mais cedo, a reportagem apurou que o Corinthians estaria disposto a aumentar a proposta, inicialmente apurada em 4 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões).

O clube, porém, não confirmou a informação do aumento da pedida pelo jogador. Inicialmente, o Alvinegro disse que não entraria em um leilão por Vera e que não havia pressa em sua contratação.

Na última semana, a mídia local confirmou o passe do jogador em 6 milhões de euros (R$ 32,6 milhões), por 70% dos direitos econômicos. Os advogados do clube estão cuidando desta parte burocrática de valores e contrato.

Revelado pelo próprio clube, Fausto Vera, de 22 anos, tem 24 jogos, quatro gols e três assistências nesta temporada. Na seleção sub-23 da Argentina, participou de oito jogos e fez um gol. Antes, passou também pela seleção sub-20 e pela olímpica em 2021.

Na última segunda-feira, o próprio atleta deu uma entrevista a um canal local e afirmou o desejo de "dar um salto" na carreira e que gosta "da Europa, mas também das ligas da América do Sul que signifiquem um crescimento futebolístico".

Deixe seu comentário