Duilio defende escalação de Vítor Pereira e agradece torcida do Corinthians

São Paulo, SP

10/08/22 | 16:43

O presidente do Corinthians, Duilio Monteiro Alves, lamentou a eliminação do clube para o Flamengo, na Copa Libertadores, na noite da última terça-feira. Na zona mista após o revés, ele falou sobre Willian e também analisou a partida, além de defender a escalação colocada em campo pelo técnico Vítor Pereira.

"O Corinthians fez um bom jogo, um bom primeiro tempo com a escalação que o Vítor escolheu, então acho que não dá para criticar muito pelo jogo que fez. Lógico que não saímos com o resultado, tomamos o gol no momento em que estávamos melhores, logo depois uma expulsão, aí você tem que fazer três gols e fica mais difícil", iniciou o mandatário.

"Vamos brigando no Brasileiro, estamos em segundo lugar, temos chance reverter na Copa do Brasil, então temos que continuar o trabalho, e eu tenho muita confiança de que vamos chegar em título esse ano", complementou.


No próximo sábado, o Corinthians recebe o arquirrival Palmeiras pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. As equipes estão separadas por apenas seis pontos na tabela - líder e segundo colocado. Portanto, é um confronto direto. A torcida será 100% alvinegra na Neo Química Arena.

VEJA MAIS:

Diretoria do Corinthians aposta e confia em VP, que sofre com insatisfações de 'medalhões'
Willian fala pela primeira vez após decisão de sair do Corinthians e nega atrito com VP

Já na quarta-feira que vem, o Timão enfrenta o Atlético-GO, também em seus domínios, pela volta das quartas de final da Copa do Brasil, precisando reverter o marcador de 2 a 0, sofrido no Antônio Accioly.

Ciente da força da torcida, Duilio agradeceu aos 4 mil corintianos presentes no Maracanã, que, com certeza, devem apoiar o time nesses dois compromissos seguintes.

“Eu queria falar da nossa torcida, o que ela fez aqui (Maracanã) hoje (terça), eu acompanho o Corinthians há 47 anos e nunca vi nada parecido com o que fizeram aqui, o apoio incondicional que eles têm. Lamentar pela eliminação. O Corinthians não chegava a esta fase há muito tempo, mas lógico que não estamos satisfeitos, queríamos mais. Mas tem que trabalhar rápido, porque sábado temos o jogo contra o Palmeiras, para permanecer em segundo lugar na tabela”, finalizou.

Deixe seu comentário