Diretor do Corinthians promete pagar folha atrasada até quarta, garante Cantillo e revela operação sobre Pedrinho

São Paulo, SP

19-07-2020 22:43:22

Em entrevista ao Mesa Redonda, da TV Gazeta, neste domingo, o diretor financeiro do Corinthians, Matias Ávila, revelou que o clube vai pagar um dos três meses de salários atrasados ainda nesta semana.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

“Devemos pagar uma folha até quarta-feira”, garantiu, antes de cravar que atualmente a despesa mensal com o elenco é de “R$ 11 milhões”.

Na quarta-feira, coincidentemente ou não, é a data do Derby entre Corinthians e Palmeiras, na Arena, pelo Campeonato Paulista.

O dirigente também garantiu que o clube do Parque São Jorge vai pagar a segunda parcela do acordo feito com o Junior Barranquila sobre Cantillo. A data limite é 31 de julho e, caso o Corinthians não honre com o compromisso, o vínculo do colombiano, atualmente de empréstimo, não poderá ser efetivado.

“Não tem problema nenhum, tem dinheiro para pagar, de forma tranquila. O corintiano não precisa ficar preocupado com isso”.

O custo da parcela citada por Ávila é de 600 mil dólares, cerca de R$ 3,2 milhões. A terceira e última parcela é de 1,5 milhão de dólares (R$ 8,1 milhões) e terá de ser sanada em julho de 2021. Para trazer Cantillo, o Corinthians ainda pagou uma entrada de 900 mil dólares (R$ 3,7 milhões na época).

Quanto ao adiantamento dos 20 milhões de euros, aproximadamente R$ 120 milhões, pela venda de Pedrinho ao Benfica, Matias Ávila revelou que o Corinthians tem esperança de que tudo seja resolvido até o início de agosto. Para que o processo seja agilizado, foi feito um contrato com a Marsh, uma das maiores seguradoras do mundo.

“Está no contrato que eles (Benfica) vão pagar a primeira parcela quando ele (Pedrinho) se apresentar para a próxima temporada. Contratamos a Marsh, maior corretora do mundo e fizemos um seguro de crédito e de vida do Pedrinho, para que a gente possa adiantar esse dinheiro, dar andamento. Pode sair essa semana. Se não, sai no começo ade agosto. O Corinthians não se preocupa muito com isso. Isso é caixa, nada a ver com a parte contábil”.

Da quantia combinada com os portugueses, o Corinthians terá de pagar os juros relacionados a taxa internacional para operar o adiantamento total. Depois, Will Dantas, empresário do atleta, receberá cerca de R$ 11,8 milhões porque detinha 30% dos direitos econômicos de seu cliente à época da transferência.

A Gazeta esportiva revelou que o Corinthians combinou com Will Dantas de pagar 10% por ano, em três vezes.

“A comissão do Pedinho nós vamos pagar uma parte esse ano, temos um acordo com empresário”, concluiu Ávila.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

 

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?