Díaz destaca peso da Libertadores e espera rever Cerro nas quartas

Tomás Rosolino - São Paulo , SP
11/08/2018 08:03:37

Em: Brasileiro Série A, Corinthians, Escolha do editor, Futebol

O atacante Sergio Díaz foi apresentado como reforço do Corinthians na última sexta-feira, quase duas semanas depois do anúncio da sua contratação. Animado em meio à fase final do seu processo de recondicionamento físico, o atleta, emprestado pelo Real Madrid até o final do ano que vem, explicou porque optou pelo Timão e revelou o que gostaria de enfrentar no clube.

“Me sinto bem. No princípio estava decidido a ficar no Real Madrid até me recuperar. Mas sabia que se não viesse a tempo não poderia jogar a Libertadores, então decidi vir para o Corinthians para estar inscrito”, disse o paraguaio, que não entrou na lista para as oitavas de final, mas deve ser relacionado caso o Alvinegro passe pelo Colo-Colo e avance às quartas, fase em que duas trocas são permitidas..

“Aqui, desde que cheguei, as pessoas da fisioterapia me trataram muito bem. Hoje me sinto bem para, em pouco tempo, jogar as partidas pelo Corinthians. Já me sinto forte, fisicamente estou quase pronto para os jogos que teremos, intensos, fortes… Isso me ajudará para que eu chegue em forma”, observou o atleta.

De olho no torneio continental, Díaz reconheceu, assim como Romero disse à Gazeta Esportiva, que gostaria de encerar o Cerro Porteño, clube que o revelou para o futebol. Revertendo a vantagem conquistada pelos chilenos na quarta (1 a 0), o Corinthians encara o vencedor do embate entre os paraguaios e o arquirrival Palmeiras. Os brasileiros, porém, têm larga vantagem após ganharem por 2 a 0 no Paraguai.

“O Cerro infelizmente não marcou nenhum gol e perdeu de 2 a 0. Mas tenho fé que poderiam reverter essa vantagem. Gostaria de enfrentar o Cerro Porteño (nas quartas da Libertadores). Também perdemos de 1 a 0, mas tenho confiança que podemos ganhar na Arena Corinthians”, afirmou o atacante, que conhece a força corintiana em sua casa.

Em 2016, quando ainda estava no Cerro, ele enfrentou o Timão em Itaquera e viu sua equipe ser derrotada por 2 a 0. “Perdemos de 2 a 0, mas o que mais me impressionou, falei com amigos e família na volta ao Paraguai, é que quando estávamos aquecendo para a partida já havia muita torcida apoiando o Corinthians, em momento algum houve silêncio no estádio. Isso me impressionou, desde cedo a torcida estava apoiando o time”, concluiu.




×
Quer receber notícias do Corinthians?