Gazeta Esportiva

Cantillo iniciou ano em alta e caiu de produção no Corinthians; veja números

São Paulo, SP

02/12/22 | 06:00

O meio-campista Victor Cantillo está no Corinthians desde janeiro de 2020 e, na temporada 2022, iniciou o ano em alta, mas acabou perdendo espaço dentro do plantel comandado pelo então técnico Vítor Pereira. Uma curiosidade: nos cinco jogos comandados pelo então interino Fernando Lázaro, em fevereiro, ele esteve em campo em quatro.

Cantillo não iniciou o ano entre os titulares. Nos únicos três jogos comandados por Sylvinho na atual temporada, não esteve entre os que empataram com a Ferroviária, venceram o Santo André e perderam para o Santos.

No entanto, com Lázaro, efetivado como comandante do Timão para 2023, ele jogou diante de Ituano, Mirassol, São Bernardo e Botafogo-SP, totalizando 154 minutos em campo. Ele ficou de fora do jogo contra o RB Bragantino, quando VP e sua comissão, inclusive, assistiram de camarote.

O colombiano atuou, já sob comando do português, diante de São Paulo, Ponte Preta e Novorizontino, mas já não fez parte das escalações contra o Guarani e o Tricolor no mata-mata. Ele também ficou de fora da sequência seguinte, nas estreias da Libertadores, contra o Always Ready, e do Campeonato Brasileiro, contra o Botafogo, além de mais três jogos seguintes.


No total, Cantillo soma 34 jogos disputados, com 1.604 minutos em campo, em uma média de 45,8 minutos por duelo, ou seja, pouco mais que um tempo em cada um desses compromissos. O jogador não somou gols e assistências no ano.

Ele não esteve entre os escolhidos para a fase final da Copa do Brasil, contra Fluminense e Flamengo, e, no returno do Brasileirão, esquentou o banco de reservas em diversas oportunidades - de 19 rodadas, ficou fora de 14. Foram 181 minutos no segundo semestre pelo campeonato nacional.

Em setembro, quando questionado sobre a ausência de Cantillo dos jogos, o então técnico Vítor Pereira revelou que ele precisava treinar melhor e ser mais competitivo - Du Queiroz e Fausto Vera, com poucas modificações, garantiram seus lugares quase cativos.

"Sabe por que o Cantillo não veio? Tive uma conversa com ele. Tem que melhorar o seu comportamento e entrega, tem que ser mais competitivo, lutar pelo seu espaço. Se ele lutar pelo seu espaço, for mais competitivo no treino, melhorar os índices físicos, terá mais oportunidade, mas tem que voltar a competir", falou na ocasião.

Nos últimos dias, surgiu a informação de que o Junior Barranquilla gostaria de voltar a contar com o jogador. Nenhum dos clubes confirma publicamente.

Deixe seu comentário