Balbuena vê viagem à Argentina como trunfo por renovação

Tomás Rosolino - São Paulo , SP
15/04/2018 19:46:02

Em: Brasileiro Série A, Corinthians, Futebol
Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O zagueiro Fabián Balbuena já não pode mais ver a imprensa que brinca com as perguntas sobre a renovação do seu contrato, válido até dezembro. Travada desde setembro do ano passado, quando o clube fez uma proposta aos seus empresários, a negociação, na visão do atleta, pode avançar nos próximos dias. O motivo é a ida do Corinthians a Buenos Aires para encarar o Independiente, na quarta-feira, pela Copa Libertadores da América.

“Acho que agora pode dar certo porque meus empresários estão na Argentina e a gente está indo para lá”, comentou o jogador, que chegou a ironizar que queria um “seriado” para a renovação em vez de uma “novela”, considerada “coisa de velho” pelo paraguaio. Até o momento, no entanto, não houve avanços reais com relação à última vez em que ele se pronunciou sobre o caso.

“Está no mesmo, não aconteceu nada. Até parece que falo todo dia disso, mas o mais importante é que faltam detalhes ainda. Não quero cravar que vou renovar, porque posso passar por mentiroso, mas sempre tento ser o mais claro possível”, avaliou o jogador, que tenta se concentrar nas ações dentro de campo enquanto ainda não acha uma resolução para o problema.

No gramado, por sinal, as coisas parecem fluir bem melhor do que fora dele. Após o 2 a 1 sobre o Fluminense, neste domingo, em Itaquera, ele elogiou a concentração demonstrada. “Não tem que perder o ânimo, a concentração, independentemente disso tem que estar sempre concentrado. Temos que dar poucas chances aos nossos rivais”, concluiu o defensor.

Com o encerramento do Paulista e a proximidade do fim do contrato, a renovação voltou a ser prioridade da diretoria, que esperava anunciá-la até a próxima semana, antes do terceiro jogo da equipe na Copa Libertadores da América, contra o Independiente-ARG, em Avellaneda.

Outrora distante, a permanência do jogador agora é vista com otimismo pelos diretores, que convenceram os empresários do atleta a diminuírem a alta pedida de luvas para a renovação. Resta saber se Augusto Pajara e Renato Bittar vão, enfim, bater o martelo a respeito dos novos valores oferecidos.




×
Quer receber notícias do Corinthians?