Após acertar a zaga, desafio de Mancini agora é com o ataque do Corinthians

Tiago Salazar - São Paulo,SP

15-12-2020 08:00:58

Vagner Mancini chegou ao Corinthians avisando que resgatar a identidade do time, com marcas fortes sobre a eficiência defensiva, a raça em campo, além de ajustar a condição física dos jogadores, seria sua prioridade inicial como técnico.

Dois meses e 12 jogos depois, o comandante alvinegro cumpriu com o objetivo. O Timão não leva gols há quatro partidas, chegou a parar o Grêmio com dois atletas a menos no gramado e conseguiu superar Inter e São Paulo quando ambos lideravam o Campeonato Brasileiro.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O desafio de Vagner Mancini agora é o que muitos técnicos dizem ser a parte mais difícil do trabalho: fazer o setor de ataque funcionar, e sem perder a segurança defensiva.

No Majestoso de domingo, foram 14 finalizações e pelo menos cinco oportunidades claras de gol. Uma delas, inclusive, sem goleiro. Mas, a falta de pontaria fez a vitória magra ter ares de drama até os segundos finais.

De todos os jogos do Corinthians sob o comando de Vagner Mancini, apenas no duelo contra o Vasco, em 21 de agosto, o Timão conseguiu marcar mais de um gol (2 a 1). Nos demais, ou foi uma vez às redes ou não saiu do zero.

Na atual série de quatro compromissos seguidos sem derrota (duas vitórias e dois empates), o time de Itaquera anotou apenas dois gols.

O próximo adversário pode passar um sentimento otimista aos corintianos neste sentido, afinal, o Goiás tem a segunda pior defesa do Brasileirão, com 40 gols sofridos, média de 1,6 gol tomado por rodada.

E se o Corinthians só marcou mais de um gol em cinco partidas durante a competição, uma delas foi justamente em cima do Esmeraldino, fora de casa, no primeiro turno, quando venceu por 2 a 1, nos acréscimos.

De tempo para trabalhar Mancini não pode reclamar. Novamente, o Timão não terá desafios no meio da semana. O encontro está agendada para segunda-feira, às 20 horas, na Neo Química Arena. Serão sete dias para descansar, estudar o adversário e preparar o Corinthians para um novo passo em meio a uma evolução inegável.


 

Deixe seu comentário