Futebol

Presidente da Chapecoense pede afastamento até o fim de outubro

São Paulo , SP
23/08/2019 19:25:53

Em: Brasileiro Série A, Campeonatos, Chapecoense, Futebol, Notícias, Times
Segundo a nota, Plinio focará suas ações na busca de solução dos problemas de receita e na representação institucional do clube junto à CBF. (Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)

Em nota oficial, a Chapecoense anunciou o afastamento do presidente Plinio David De Nes Filho até o dia 31 de outubro de 2019. Paulo Ricardo Magro, vice-presidente administrativo e financeiro, assume o clube por enquanto.

Segundo o comunicado, Plinio “focará suas ações na busca de solução dos problemas de receita e na representação institucional do clube junto à CBF”.

Com 13 pontos em 15 jogos, a Chape está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Apesar da vitória no clássico, diante do Avaí, na última rodada, o momento não é bom. Recentemente a torcida fez protestos na sede do clube, inclusive pedindo a saída do presidente.

Veja a nota completa que o clube emitiu:

A Associação Chapecoense de Futebol vem a público para informar que o Presidente Plinio David De Nes Filho, até o dia 31 de outubro de 2019, focará suas ações na busca de solução dos problemas de receita e na representação institucional do Clube junto à CBF, isso já alinhado com o Conselho Gestor. A presidência, neste período de afastamento, será exercida pelo Vice-presidente Administrativo e Financeiro Paulo Ricardo Magro, com apoio e assessoramento do Conselho Gestor. Também colaborará na gestão um grupo de apoio, denominado Comite de Gestão Financeira, instituído na reunião extraordinária do Conselho Deliberativo, realizada no dia dezenove de agosto de dois mil e dezenove.

O referido Comitê de Gestão Financeira atuará nas atribuições conferidas pelo Conselho Deliberativo  e será composto por Rudimar Roberto Bortolotto, Presidente do Conselho Deliberativo; Cláudio Jorge Kracker, Presidente do Conselho Fiscal; Paulo Ricardo Magro, Presidente em exercício do Conselho Administrativo; e, pelos Conselheiros Valdir Lucatelli, Nildo Pedrotti e Gilson Sbeghen.

Vale reiterar que estas medidas estão sendo tomadas tendo em vista o melhor para a Associação Chapecoense de Futebol e após a constatação de que a união de esforços de todos os envolvidos nesta causa é a mais assertiva das estrategias.