Casemiro pede seriedade na quinta-feira: "Não é hora de dar espetáculo"

São Paulo, SP

30-08-2016 22:25:48

A sexta colocação nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018 incomoda os jogadores da Seleção Brasileira, segundo o preocupado volante Casemiro. Passadas seis rodadas, a equipe ocupa o sexto lugar, com nove pontos, fora da zona de classificação para o Mundial da Rússia, e enfrentará o Equador nesta quinta-feira, às 18 horas (de Brasília), em Quito, no duelo que marcará a estreia de Tite no comando do time nacional.

"Claro que essa situação incomoda. Sabemos que o momento não é momento pra dar espetáculo. O momento é de vencer. Pensar na Colômbia logo depois, pensar partida a partida para depois dar espetáculo, que é o que o povo brasileiro quer de nós", avaliou Casemiro, após treino fechado, realizado na tarde desta terça-feira, no Estádio Casa Blanca, da LDU.

Para derrotar o Equador em Quito, os jogadores da Seleção contam com um recurso frequentemente utilizado por Tite quando era técnico do Corinthians. O treinador, através de sua comissão técnica, envia vídeos pelo aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp a seus comandados.

"São vídeos em torno do trabalho dele, do que ele vai pedir dentro de campo. Antes de chegarmos aqui, ele já havia passado um vídeo para nós. Não tem segredo. Agora, com ele falando, você entende mais o que ele está pedindo, mas é importante chegarmos aqui já com a filosofia do que ele quer", explicou o volante, antes de citar uma das ordens de Tite para recolocar o Brasil entre os quatro melhores das Eliminatórias.

"O que o professor vem pedindo pra nós é pensar jogo a jogo. Tem uma partida importante nesta quinta-feira, sabemos que é um jogo dificílimo, mas temos que pensar jogo a jogo, pensar na vitória, por isso que estamos aqui", acrescentou Casemiro, confiante em um resultado positivo para a Seleção mesmo diante de um adversário forte, que terá a altitude a seu favor.

"Eles (os equatorianos) estão em casa, o momento do Brasil não é bom. Mas tenho certeza que estamos preparados para dar a volta por cima. Vai ser um jogo de igual para igual. Não tem equipe boba hoje em dia. Vai ser um jogo dificílimo, mas estamos concentrados e confio que as coisas vão sair bem", concluiu.

Deixe seu comentário