Amadeu defende Rodrygo após estreia apagada no Sul-Americano sub-20

São Paulo , SP
20/01/2019 14:57:15

Em: Brasil, Futebol, Santos

Apesar das grandes expectativas depositadas sobre seu futebol, Rodrygo não teve uma boa atuação na estreia da Seleção Brasileira no Sul-Americano sub-20, contra a Colômbia, neste sábado. O atacante do Santos, que acaba de completar 18 anos de idade, esteve bem marcado pela zaga adversária e não conseguiu ajudar a Amarelinha a vencer o jogo, que terminou empatado sem gols. Após o apito final, o técnico Carlos Amadeu fez questão de defender o jovem.

“Essa competição é 1999, ele (Rodrygo) é 2001. As pessoas que não trabalham com base não compreendem muito isso. No profissional do Santos, ele está cercado por vários profissionais que dão sustentação a ele. Consegue jogar no profissional e no sub-20 pela capacidade técnica, pelo talento. Mas agora é um novo jogo para ele. O que ele procura fazer é fugir do contato sempre, tocar e sair rápido”, afirmou.

Rodrygo foi promovido ao profissional do Peixe em 2017, ainda com 16 anos, mas foi em 2018 que despontou como uma das principais promessas do futebol brasileiro. O atacante, inclusive, já foi negociado com o Real Madrid, que desembolsou 45 milhões de euros para contar com ele, ao que tudo indica, já no início da próxima temporada europeia. Para Amadeu, porém, não é certo despejar tanta responsabilidade nas costas do garoto.

“Não tenho dúvida que esses jogadores podem crescer na competição quando se adaptarem nesse jogo. Rodrygo está dando seu melhor e fazendo o melhor possível. Não vai pegar o jogo e botar debaixo do braço. Vai crescer junto com o time quando o entrosamento lhe ajudar também”, completou.

Pelo Sul-Americano, Rodrygo e a Seleção Brasileira sub-20 voltam a campo já nesta segunda-feira, quando encaram a Venezuela no Estádio El Teniente, em Rancagua, no Chile.