Eduardo reprova arbitragem e busca ânimo para fugir da queda

São Paulo, SP

17-09-2017 21:35:04

O Bahia não conseguiu segurar o Cruzeiro no Estádio do Mineirão (Foto: Washington Alves/Divulgação)

Derrotado pelo Cruzeiro por 1 a 0 na tarde deste domingo, o Bahia pode encerrar a 24ª rodada do Campeonato Brasileiro na zona de rebaixamento. O lateral direito Eduardo, insatisfeito com a arbitragem de Wagner Reway no Mineirão, reclamou do juiz e tratou de demonstrar ânimo na tentativa de fugir da degola.

Com 27 pontos ganhos, o Bahia figura na 16ª colocação do torneio nacional, a primeira fora da zona de rebaixamento. O Coritiba tem os mesmos 27 pontos e enfrenta o Palmeiras às 20 horas (de Brasília) desta segunda-feira, no Pacaembu, com a chance de sair do grupo de degolados.

“Não podemos abaixar a cabeça. Temos mais um jogo muito difícil na próxima rodada e não podemos abaixar a cabeça. Faltam muitas partidas ainda e precisamos manter uma pegada muito forte para que possamos nos distanciar da zona de rebaixamento”, disse Eduardo ao Sportv.

O Bahia criou jogadas de perigo durante o primeiro tempo no Mineirão, mas não conseguiu inaugurar o marcador. Na etapa complementar, o árbitro Wagner Reway marcou pênalti, cobrado por Thiago Neves e defendido por Jean. O goleiro, porém, não conseguiu salvar cabeçada do zagueiro Léo.

“Foi um jogo muito bem disputado e na bola, mas o árbitro deixou a desejar. Ele falou que cometi o pênalti, mas eu estava na frente do atacante deles”, reclamou Eduardo, ainda no gramado. “E eu sofri um pênalti claro, a meu ver”, completou o lateral direito.

Vindo de uma sequência de três partidas consecutivas sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Bahia tem um compromisso duro pela 25ª rodada do torneio. Às 19 horas (de Brasília) de domingo, na Fonte Nova, o time mandante enfrenta o Grêmio, vice-líder.

Deixe seu comentário