Gazeta Esportiva |

Rússia domina evento-teste de esgrima; Brasil fica sem medalha

Em Mais Esportes, Motor, Olimpíadas 2016, Olimpíadas Destaque
Atualizado em 30/05/2017 - 13:03:39 Compartilhe
(Foto: Gabriel Heusi/Rio 2016)
Russos levaram o ouro no sabre masculino (foto) e no florete feminino por equipes (Foto: Gabriel Heusi/Rio 2016)

Nesta quarta-feira, chegou ao fim o evento-teste de esgrima para os Jogos Olímpicos Rio 2016 na Arena Carioca 3, na Barra da Tijuca. No sabre masculino por equipes, a Rússia levou a medalha de ouro ao vencer a Hungria, por 45 a 38. A Romênia ficou com o bronze batendo o Irã por 45 a 35.

“Para nós foi um dia importante, pois é uma repetição, em geral, do que será nas Olimpíadas. Para nós, russos, é um pouco difícil competir aqui, pois o clima e o fuso horário são muito diferentes. Então foi um bom teste para os Jogos Olímpicos”, declarou Alexey Yakimenko, um dos competidores russos.

Na outra categoria disputada na competição, o florete feminino, a Rússia também subiram no lugar mais alto do pódio em final contra a Itália: 45 a 39. O duelo marcou a despedida da lenda Valentina Vezzali, dona de seis medalhas de ouro olímpicas.

O Brasil decepcionou e não passou das eliminatórias em ambas as categorias: no sabre masculino, perdeu da Geórgia por 45 a 26 logo na primeira rodada; no florete feminino, a equipe verde-amarela estreou com vitória sobre a Colômbia, mas no segundo duelo caiu diante da França.

Nos Jogos Olímpicos, o Brasil terá 13 atletas na esgrima. Destes, apenas já estão definidos Renzo Agresta no sabre individual, Nathalie Moellhausen na espada individual e a seleção masculina de florete, que tem como principal expoente o cearense Ghislain Perrier, melhor brasileiro no ranking individual da modalidade (46º). As demais vagas brasileiras serão definidas no Torneio Cidade de Curitiba, em maio.

 

Comente