Vôlei/Superliga Feminina

Minas passa sufoco, mas supera reação do Praia para vencer primeira final

São Paulo
21/04/2019 13:49:34 — 21/04/2019 14:00:16

Em: Mais Esportes, Notícias, Superliga Feminina de Vôlei, Vôlei

Com roteiro espetacular, o primeiro jogo da final da Superliga Feminina já mostrou que a primeira decisão entre dois times mineiros da competição será histórica. Com o Mineirinho lotado, o Minas recebeu o Praia Clube e venceu por 3 sets a 2, com parciais de 28/26, 25/22, 17/25, 17/25 e 15/, saindo na frente na corrida pelo título. O segundo jogo acontece na sexta-feira, às 21h30, em Uberlândia.

Essa é a quarta final entre os dois times na temporada, que já decidiram Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Sul-Americano. Todas as competições foram vencidas pelo Minas, que tenta manter a freguesia do rival. Já o Praia defende o título da Superliga e tenta quebrar o tabu contra o time da capital, que segue engasgado.

Em um jogo de momentos, o Minas venceu os dois primeiros sets e parecia caminhar para uma vitória tranquila. Mas o Praia não se entregou e reagiu bem, dominando as donas da casa nos dois sets seguintes e forçando o set desempate. No entanto, o time de Uberlândia não confirmou a reação e teve uma atuação bem abaixo da apresentada até então, perdendo o jogo, que força o time a vencer na sexta, para ainda sonhar com título.

Minas quase viu o Praia virar o jogo, mas venceu o primeiro jogo (Foto: Divulgação)

O jogo

Apesar do Praia Clube começar com um pouco mais de intensidade, o time do interior ficou com a liderança por pouco tempo. Logo o Minas empatou e os times alternaram os pontos, para depois, as donas da casa tomarem a frente, mas sem conseguir desgarrar no placar. Quando as anfitriãs abriam dois pontos, o Praia corria atrás para voltar a igualdade. Foi já nos pontos finais que o Praia passou a frente e chegou a ter o set point. Foi nesse momento que o Praia sofreu um golpe, ao perder Fernanda Garay, que torceu o pé em um lance e teve que deixar o jogo. O Minas aproveitou o momento delicado do outro lado da quadra e conseguiu virar o jogo para ganhar o set inicial.

Mesmo com o Minas mantendo a liderança no começo do set, o Praia se mantinha próximo e sempre encostando no placar, deixando a disputa equilibrada. Perto da metade da parcial, as visitantes, lideradas por Fabiana, conseguiram a virada, que durou pouco tempo, com o Minas voltando a ficar na frente alguns pontos depois. Administrando bem e sem deixar o Praia ameaçar sua liderança, o time de BH conseguiu fechar mais um set.

Precisando de mais um set, o Minas saiu na frente, mas o Praia voltou para a quadra com uma intensidade mais alta do que nas parciais anteriores. O time de Uberlândia logo passou a frente e foi aos poucos abrindo uma vantagem que ainda não tinha conquistado durante a partida. Com a defesa funcionando bem, as visitantes foram administrando a margem e errando pouco, conseguindo segurar o ímpeto do Minas, para caminhar para descontar, vencer o set e se manter vivas no jogo.

Com a confiança renovada, o Praia seguiu com um ritmo elevado no quarto set, abrindo uma diferença considerável logo no começo. Com a americana Fawcett inspirada, as visitantes cresceram muito, enquanto o Minas não mostrava reação e via tudo dar certo para as adversárias, a pequena torcida visitante cantava mais alto no Mineirinho. Sem muita resistência, o Praia ganhou o segundo set seguido e forçou o tie-break, com o momento positivo a favor.

Apesar de vir embalado, o Praia teve dificuldades no início do set desempate. O minas, aproveitou os erros do adversário e já abriu seis pontos de frente. Se antes, tudo dava certo para o time de Uberlândia, no momento mais decisivo, as visitantes não conseguiam encaixar nenhum ataque e todas as tentativas do Minas tinham sucesso. Sem resistências, as donas da casa foram tranquilas, com uma vantagem confortável para a vitória.