Brasileiro do tiro com arco é esperança de medalha e inova com marca própria

Tomás Rosolino e Marina Bufon - São Paulo,SP

24-07-2019 07:00:31

São apenas 21 anos, mas muita experiência e pioneirismo de Marcus D'Almeida, atleta brasileiro do tiro com arco que foi medalhista de bronze no último Pan-Americano, em Toronto, no Canadá, e um dos representantes do país no Rio 2016. Agora, ele está totalmente focado em Lima, no Peru, principalmente por conta das Olimpíadas de 2020, e se diz mais preparado para tentar um passo além.

"Ainda estou criando uma identidade, quem sou eu e o que sou eu como atleta também. Eu evoluí muito depois dos Jogos (2016), eles me fizeram chegar no ponto que estou hoje. Eu sabia que mesmo com toda a mídia em cima, todo mundo falando de chance de medalha, seria um passo muito além", iniciou.

Esse Pan não vai ser brincadeira para ninguém, a América inteira está focada nesse Pan, não foi só mais uma data, uma competição.

Atleta é uma das apostas brasileiras no tiro com arco e, ''à la NBA', tem marca própria de produtos (Foto: Divulgação)

"Com 18 anos ganhar uma medalha no tiro com arco seria algo muito fora da curva e eu me sinto muito mais preparado agora para disputar essa vaga, porque ainda estou disputando a vaga para conseguir ir para Tóquio", complementou.

Em 2015, no Pan de Toronto, a seleção brasileira do tiro com arco, formada por ele, à época com 17 anos, mais Daniel Xavier e Bernardo Oliveira, conseguiu vencer os cubanos por 5 a 3 na disputa pelo bronze, após ter sido derrotado pelos Estados Unidos nas semifinais por 6 a 0. Desde 1979, a primeira aparição da modalidade no Pan, o Brasil conquistou cinco medalhas, todas de bronze, por isso, em Lima, um dos objetivos da seleção é alcançar, ao menos, o segundo lugar no pódio.

"Quem for campeão no Pan tem a vaga olímpica. Então, esse Pan não vai ser brincadeira para ninguém, a América inteira está focada nesse Pan, não foi só mais uma data, uma competição, é um alvo para muita gente na América, mesmo os Estados Unidos, que são os únicos a terem a vaga", afirmou.

Faro de empreendedor

O alvo de Marcus D'Almeida não é apenas a conquista com o arco e flecha. Além de se destacar na modalidade, o jovem carioca de 21 anos também é empreendedor e tem uma personalidade que demonstra que ainda vai muito longe.

Em 2015, ele decidiu que sua mãe não apenas o ajudaria, seria também sua empresária. Buscando mostrar aos patrocinadores que estava "correndo atrás", o arqueiro resolveu criar uma marca, com o nome Dispara, Brasil, colocada na plataforma Atletas de Marca, onde também estão outros atletas, como Esquiva Falcão, Ana Marcela, Daniel Dias, entre outros.

"Minha mãe é minha empresária e eu não senti que precisava de um empresário para eu pagar uma assessoria, mas eu queria de uma certa forma subir a minha imagem e mostrar pros meus patrocinadores que realmente estava correndo atrás. A ideia da marca foi uma parada que achei sensacional, vamos nisso, porque eu me sentia bem com minha mãe como empresária, então foi o ponto que achei ali para investir minha graninha", disse o atleta.

Na plataforma, é possível adquirir diversos produtos de Marcus D'Almeida. São canecas, camisetas, bonés e pulseiras à disposição de um clique. "A gente está crescendo, está caminhando, é um projeto de longa data, mas que já está caminhando já. Se ganhar medalha, aí é outra coisa", concluiu.

Produtos da marca do arqueiro Marcus D'Almeida (Foto: Reprodução)

Deixe seu comentário