Tricolores lamentam chances perdidas, mas vêem força para recuperação

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes - Curitiba,PR

08-09-2015 22:05:01

tgssgsggs
Derrota para o Botafogo afastou Paraná do pelotão que briga pelo G4 na Série B (Foto: Vitor Silva/SSPress) 

O Paraná Clube vencia o Botafogo até os 25 minutos do segundo tempo na noite desta terça-feira, mas permitiu a virada, por 2 a 1, e deixou de conquistar sua quarta vitória consecutiva na Série B do Campeonato Brasileiro, caindo para a 11ª colocação e esfriando as esperanças de encostar no grupo de líderes. O volante Anderson Uchôa acredita que o Tricolor não falhou em dois lances, mas ao logo de todo o jogo ao não conseguir matar quando teve a chance.

“A gente pecou desde o inicio do jogo. Era um jogo fácil para tocar a bola. Tomamos o gol de empate e nos complicamos ainda mais ao tomar o segundo”, avaliou o jogador, que agora já pensa na recuperação em casa diante do Paysandu, outro time que está no G4 da competição. “Agora é descansar, porque sexta-feira tem mais”, emendou.

Autor do gol paranista na partida em uma bela arrancada na primeira etapa, Gustavo Sauer, por outro lado, acredita que a marcação não esteve atenta em dois lances capitais, propiciando a derrota que, em sua análise, não pode abater o grupo. “A gente até criou, mas faltou um pouco de marcação. Agora é levantar a cabeça porque o campeonato não acaba aqui. Temos muito potencial e esse grupo é uma família”, afirmou.

Já Paulo Henrique, que entrou na segunda etapa, lamentou os gols perdidos, inclusive no Lane anterior ao segundo gol botafoguense, mas também vê forças para reagir já na próxima partida. “A gente deixou o Botafogo dominar a gente. E a bola é assim. Tivemos uma chance dentro da pequena área para matar. Não matamos e eles foram lá e mataram. Agora é trabalhar para conseguir mais uma sequência boa”, concluiu.

Deixe seu comentário