Pivô da polêmica, Rithely diz que paulistas são favorecidos em casa

São Paulo, SP

13-08-2015 19:09:58

Um carrinho de Rithely, aos 41 minutos do segundo tempo, foi motivo de polêmica na Arena Corinthians. O árbitro da partida, Luiz Flávio de Oli0veira, entendeu que o jogador colocou a mão na bola e marcou o pênalti para o Timão. Na cobrança, Jádson fez o quarto gol corintiano e decretou a vitória por 4 a 3. Pivô da polêmica, Rithely explicou o lance e ainda disse que os times da casa sempre são beneficiados quando atuam em São Paulo.

“Não tem como colocar o braço em outro lugar. É o movimento natural do corpo. Se ela tivesse ido direto no meu braço tudo bem, mas não foi assim. Vou entrar na área e começar a chutar a bola na mão dos jogadores”, explicou o jogador.

Para ele, o fato de Oliveira ser um árbitro pertencente ao quadro da Federação Paulista de Futebol e estar apitando um jogo de uma equipe paulista, influenciou na marcação da penalidade.

"Aqui é complicado. Na dúvida, eles (árbitros) sempre vão dar pênalti. Eles não querem nem saber, querem sempre favorecer o time da casa, ainda mais quando é em São Paulo, no Rio. Quando é no Nordeste, nunca acontece isso. Lá, na dúvida, sempre deixam correr, nunca marcam para nós", argumentou Rithely.

Mesmo com a polêmica, o volante esclareceu que as pretensões leoninas não mudam nesse campeonato, independente do resultado negativo. "Temos que jogar contra tudo e contra todos. Vamos fazer um jogo na Ilha do Retiro no domingo, vamos brigar para conquistar um lugar no G-4 e depois tentar o título", concluiu.

Na próxima rodada, o Sport fecha o primeiro turno do Campeonato Brasileiro, domingo, às 16h, contra a Ponte Preta, na Ilha do Retiro.

Deixe seu comentário