Futebol/Bastidores

Luxa aprova contratações do Fla e quer maior aproveitamento da base

GazetaEsportiva.net - Rio de Janeiro, RJ -
06/01/2015 12:42:00

Em: Bastidores, Brasileiro Série A, Campeonato Carioca, Flamengo, Futebol, Região Sudeste

O técnico Vandelei Luxemburgo se prepara para a temporada 2015 do Flamengo. O elenco já apresentou algumas novidades nesta terça como o atacante Marcelo Cirino, o meia Arthur Maia, os laterais Thallyson e Pará e o zagueiro Bressan. Perguntado sobre a chegada de jovens, o treinador respondeu que todos devem ter oportunidades. “Todo mundo começa. Ninguém nasceu Zico, Messi, Maradona e não sei o que”, disse.

“Todo mundo nasce e é profissional, então começa a carreira dele. Então nós contratamos jogadores que tem potencial. Se vai dar certo ou não vai dar certo é outra historia. São jogadores que nós analisamos e pode acontecer alguma coisa. Então eu não ironizo. Prefiro tratar a coisa profissionalmente e dando chance àquilo que eu acho que possa desenvolver e ter qualidade. E a imprensa, ou parte dela, quando vê o jogador pelo nome ou por aquilo começa a achincalhar e de repente lá na frente tem que mudar. São jogadores de potencial. Jogar no Flamengo é diferente de jogar em outros clubes, né”, explicou Luxemburgo, que também falou sobre o planejamento da comissão técnica para o ano que se inicia.

“A expectativa é muito boa de que seja uma temporada diferente. Quando cheguei, a situação era complicada. Neste momento, vamos focar mais na parte física. A pré-temporada é importante e vou avançar um pouco com ela. Não só em Brasília e Manaus, mas também no início do Carioca”, destacou Luxa, que depois tratou o estadual como torneio preparatório para o Brasileirão.

“Precisamos pensar em conquistas nas competições curtas e estar entre os seis primeiros no Brasileiro. São os que vão brigar pelo título. O Campeonato Carioca é importante, mas é preciso entender que há toda uma temporada além dele”, alertou.

Perguntado sobre os esforços do Flamengo em não divulgar determinados acordos, o técnico foi categórico. “Sempre digo que contratação é assunto interno”, disse.

“Todo mundo vê no mercado e sabe o que está acontecendo. E cabe a nós trabalhar internamente. Essa negociação do Marcelo (Cirino) iniciou um mês e meio atrás e foi caminhando até dar certo. E não tem que divulgar, tem que negociar”, afirmou o treinador se referindo à contratação de Marcelo Cirino junto ao Atlético-PR.

Para exemplificar como se deve dar chance aos atletas jovens, Luxemburgo mencionou parte da equipe com a qual foi Campeão Brasileiro pelo Palmeiras em 1994. “É o seguinte: contratação de peso, montar time… quem era o Rivaldo quando nós contratamos do Mogi Mirim, o Roberto Carlos, aquele time que nós montamos nos anos 90? Depois veio o time com Júnior, Flávio Conceição, essa questão é muito de pressa, tem que ser ‘fulano’ e ‘beltrano’, a gente esquece que jovem é jovem e com potencial, então você abre essa possibilidade, essa janela para jogador poder crescer”.

O técnico também sinalizou que o Flamengo deve melhorar o seu trabalho com as categorias de base para um melhor aproveitamento, no futuro, pelo time profissional. “O Flamengo tem um potencial muito grande e dá oportunidade, e tem uma característica que passou faz muito tempo e tem que voltar a fazer, que é da base, ter jogador da base para sustentar o Flamengo, tem que seguir esse caminho”, finalizou.

Luxemburgo mencionou Palmeiras de 94 como exemplo de elenco bem montado
Luxemburgo mencionou Palmeiras de 94 como exemplo de elenco bem montado – Credito: Divulgação/Flamengo