Fred comenta saída polêmica do Atlético-MG e revela quase ida ao Flamengo

São Paulo, SP

02/08/22 | 12:20

O ex-jogador Fred resolveu abrir o jogo e recordou polêmicas do seu passado no futebol. Recém aposentado dos gramados, o ex-atacante do Fluminense comentou, em entrevista, sua saída polêmica do Atlético-MG e acerto com o rival Cruzeiro, que acabou gerando repercussão negativa entre os torcedores atleticanos.

"É um desgaste que, se eu puder falar para outros atleta, é melhor evitar. Aqui (São Paulo) são quatro grandes. Em Minas são três, com maior rivalidade entre Cruzeiro e Atlético. Onde tem menos time é pior, você não vive", disse Fred em entrevista ao podcast Podpah.

Segundo ele, o Galo, na época presidido por Sérgio Sette Câmara, alegou não ter condições de bancar os altos vencimentos do ex-jogador, assim como aconteceu com Robinho. Fred revelou também que havia uma negociação entre o clube mineiro e o Flamengo, mas ele optou por vetar a transferência.

"O presidente do Galo chamou meu empresário e disse: 'Não queremos mais o Fred, porque está pesado (o salário)'. Tirou eu, o Robinho e o Elias. O presidente tinha uma negociação com o Flamengo, mas eu não quis ir por causa do Fluminense. Meu empresário até brincou comigo: 'Ele termina o casamento e quer escolher a mulher que o cara vai casar?'. Ele me mandou embora e queria escolher o time", contou o ex-atacante.

"Rescindimos o contrato e, em seguida, veio o Cruzeiro. Fui para lá, mas acabei estourando o joelho. A mudança foi punk, mas eu tive que ir. Como que eu ia para o Flamengo, por causa da minha história no Fluminense?", completou.

Fred ainda relembrou uma multa estipulada em seu contrato com o Atlético-MG. Em seu vínculo, constava uma cláusula rescisória de R$ 10 milhões caso o ex-atleta trocasse o Galo pelo rival. O cenário se confirmou e o caso acabou parando na Justiça, mas segue sem definição.

"Tinha uma multa de R$ 10 milhões. Aí o Cruzeiro tinha um parceiro que o Atlético devia os mesmos R$ 10 milhões, e propôs: 'Vamos abater a dívida'. Mas o Atlético negou, queria o dinheiro. Maior loucura. Quando eu saí do Galo para ir pro Cruzeiro foi loucura, pressão total", finalizou.

Fred se despediu dos gramados em julho deste ano, quando atuava pelo Fluminense. Sua última partida foi a vitória do Tricolor sobre o Ceará, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. Na oportunidade, a torcida do time carioca lotou o estádio e protagonizou uma bonita festa em homenagem ao ídolo.

Deixe seu comentário