Dorival comemora melhor defesa após ter cinco duplas diferentes no ano

Do correspondente Vitor Anjos - Santos,SP

04-11-2016 16:35:45

Com apenas 28 gols sofridos, o Santos se destaca como a melhor defesa do Campeonato Brasileiro, ao lado do Atlético-PR. Quem olhar apenas esse número, pode até pensar que o alvinegro tem uma dupla de zaga consolidada e entrosada, como tem o Palmeiras com Mina e Vitor Hugo, por exemplo. Os dados, porém, escondem a dura realidade que o técnico Dorival Júnior tem que enfrentar para montar seu sistema defensivo.

Em 2016, o comandante já precisou escalar cinco duplas de zaga diferentes. Na primeira partida da temporada, contra o São Bernardo, pelo Paulistão, o Peixe entrou em campo com Lucas Veríssimo e Gustavo Henrique. Na sequência, o zagueiro David Braz voltou de lesão e retomou a posição de titular, que já possuía em 2015.

Após a conquista do Paulista, Braz precisou fazer um trabalho de recondicionamento físico e deu lugar a Luiz Felipe, contratado do Paraná no começo do ano. Ao longo do Brasileirão, o novo defensor conseguiu manter uma regularidade e virou o principal companheiro de Gustavo Henrique.

Foto: Ivan Storti/Santos FC
David Braz e Fabián Noguera foram a nova dupla de zaga do Santos até o final do ano (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

 

Porém, no dia 24 de setembro, a dupla acabou sendo desfeita. Após uma dividida com Diego Souza, na derrota santista para o Sport por 1 a 0, na Ilha do Retiro, Gustavo Henrique rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e passou por uma cirurgia. Com isso, David Braz voltou ao time titular.

E a situação que era difícil ficou ainda pior no último sábado. Depois de sair com dores no clássico contra o Palmeiras, Luiz Felipe também teve constatada uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho direito e fica fora do Peixe por até sete meses.

"Temos a melhor defesa da competição, mesmo mudando muito, perdendo o Gustavo, depois Luiz. Mas aos poucos, o Braz voltou a jogar dentro das melhores condições", afirmou o técnico Dorival Júnior, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé.

Agora, o alvinegro deve ter a dupla de zaga formada por David Braz e Fabián Noguera nos últimos cinco jogos do Campeonato Brasileiro. E o primeiro embate acontece neste domingo, às 11h (de Brasília), contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em confronto válido pela 34ª rodada da competição.

"O Noguera chegou depois de nove meses parado. Foi difícil adaptar, recuperar, e agora começa a buscar sequência de jogos e ainda vai ter dificuldades naturais, uma oscilação ou outra", concluiu o comandante.

Deixe seu comentário