Com dois de Higuaín, Juve bate o Milan e assume liderança provisória

São Paulo , SP
28/10/2017 16:36:36 — 28/10/2017 19:28:16

Em: Futebol, Futebol Internacional, Futebol Italiano, Juventus, Milan

Neste sábado, em duelo válido pela rodada de número 11 do Campeonato Italiano, a Juventus foi superior ao Milan em pleno San Siro e, com dois gols de Gonzalo Higuaín, conquistou três pontos importantes na briga pela liderança da tabela. Pressionando o time da casa, a Vecchia Signora foi mais eficiente enquanto dominou as ações do jogo e acabou saindo com a vitória merecida.

O resultado coloca a Juventus na liderança provisória da Serie A, empatada em pontos (28 ao todo) com o Napoli, que ainda joga nesta rodada. Os rossoneros, por outro lado, continuam distantes das primeiras posições da classificação, em oitavo lugar, com 16 pontos ganhos. Na próxima rodada, prevista para o final de semana que vem, os respectivos adversários das duas equipes serão Benevento e Sassuolo.

Higuaín foi responsável por anotar os dois gols da Juve no triunfo sobre o Milan (Foto: Marco Bertorello/AFP)

O jogo – Mesmo jogando fora de casa, a Juve não tomou conhecimento do Milan e sufocou o time mandante desde os primeiros minutos de jogo. Aos 12, Pjanic levou perigo ao gol de Donnarumma pela primeira vez, em cobrança de falta desviada na barreira que passou tirando tinta da trave. Aos 17, Cuadrado acionou Dybala pelo meio e o argentino soltou o pé, obrigando o arqueiro a fazer defesa em dois tempos.

Até que aos 22 minutos, Dybala encontrou Higuaín na entrada da área, o atacante girou para cima da marcação e mandou uma bomba no canto. Donnarumma nada pôde fazer para evitar o gol dos visitantes.

A desvantagem no marcador obrigou os rossoneros a saírem para o jogo. Dois cruzamentos levaram bastante perigo ao gol de Buffon. Porém, a bola correu na frente da meta e ninguém apareceu para empurrar para dentro. Na primeira, Kalinic chegou atrasado e por centímetros não alcançou. Na segunda, o zagueiro Chiellini desviou para escanteio. Kalinic voltou a aparecer ainda antes do intervalo, dentro da área, batendo na saída do arqueiro rival e acertando o travessão. No rebote, Çalhanoglu cabeceou para o gol vazio, mas Rugani apareceu para afastar o perigo.

O Milan voltou a pressionar a saída de bola da Juve no início da etapa final. Buscando o contra-ataque, a equipe de Turim suportou bem a blitz do time da casa e, sem grandes riscos, chegou ao segundo gol, quando já eram jogados 18 minutos. Pela esquerda, Asamoah soltou para Dybala no meio, que fez bom corta-luz para Higuaín. O camisa 9 dominou e, limpando a marcação, soltou o pé. Caprichosamente, a bola ainda beliscou a trave antes de balançar as redes.

Os rossoneros não demonstraram o mesmo potencial de reação do primeiro tempo e não levaram mais perigo ao gol de Buffon. A Juventus só não ampliou o marcador pela terceira vez porque Mandzukic, dentro da área, desperdiçou ótima chance de finalizar, e Donnarumma apareceu bem para defender o forte chute de Dybala.

ROMA 1 x 0 BOLOGNA

No outro jogo do Campeonato Italiano neste sábado, a Roma bateu o Bologna no Estádio Olímpico, por 1 a 0. O gol foi marcado pelo atacante El Shaarawy.