Gazeta Esportiva

Lautaro Martínez marca, Inter de Milão domina o Milan e conquista a Supercopa da Itália

São Paulo, SP

18/01/23 | 18:01 - 18/01/23 | 18:05

Nesta quarta-feira, a Inter de Milão venceu o Milan, por 3 a 0, no Estádio Internacional Rei Fahd, e conquistou a Supercopa da Itália. A equipe dominou a primeira etapa, abrindo dois gols de vantagem. No segundo tempo, Lautaro Martínez, campeão da Copa do Mundo pela Argentina, matou a partida. Assim, levantou, pela sétima vez em sua história, o caneco.

Agora, a Internazionale enfrenta o Empoli, nessa segunda-feira, pela 19ª rodada do Campeonato Italiano. A bola vai rolar às 16h45 (de Brasília), no Estádio Giuseppe Meazza. Nesse momento, a equipe está na quarta posição, com 37 pontos, três de diferença para a Lazio, primeiro clube fora da zona de classificação para a próxima Liga dos Campeões.

Do outro lado, o Milan está na segunda posição do torneio, distante do líder, Napoli. Pela Série A, o clube volta a campo nessa terça-feira, contra a Lazio. O jogo vai acontecer às 16h45, no Estádio Olímpico.


Inter de Milão abre e amplia o placar

Logo no começo da partida, a Inter de Milão abriu o placar. Após triangulação, Barela acionou Dimarco, que finalizou para o fundo do gol. Na sequência, Rafael Leão invadiu a área e chutou cruzado para boa defesa de Onana. Pouco tempo depois, a Internazionale confirmou um início perfeito, ampliando a vantagem, com Dzeko.

Mesmo em vantagem, os comandados de Inzaghi continuaram em busca de aumentar o placar. Aos 27 minutos, após escanteio, a bola desviou e Tatarusanu impediu o tento adversário. Aos 30, Tomori errou passe na saída de bola e o lateral esquerdo italiano quase balançou as redes pela segunda vez na partida.

Dominado na primeira etapa, o Milan tinha dificuldades para sair da pressão da Inter de Milão. Assim, a melhor chance da equipe, após o segundo gol do adversário, foi quando Leão recebeu na intermediária esquerda e isolou a bola.

Lautaro Martínez mata a partida

Em desvantagem, o Milan começou melhor na segunda etapa, se comparado ao desempenho da equipe no primeiro tempo. Rafael Leão cortou para o meio e chutou forte com perigo. Na sequência, a Inter de Milão quase ampliou, mas Lautaro Martínez foi atrapalhado por Kjaer.

Ainda que os comandados de Stefano Pioli tivessem o controle da posse de bola, a equipe não conseguia superar a defesa adversária. Ao passo que a Internazionale estava no cenário ideal e apenas administrava a vantagem construída na primeira etapa.

Aos 32 minutos, a Inter de Milão matou a partida. Lautaro Martínez ganhou no corpo de Tomori e bateu na saída de Tatarusanu. No final da partida, Rebic cruzou, a bola pegou efeito e triscou a trave.

Deixe seu comentário