Santos derrota a Ferroviária e começa com vitória a era Sampaoli

São Paulo , SP
19/01/2019 18:59:54 — 19/01/2019 19:12:56

Em: Campeonato Paulista, Escolha do editor, Ferroviária, Futebol, Santos

O Santos fez bom primeiro tempo, caiu de rendimento na etapa final e parecia abrir seu ano sem conseguir vazar a defesa adversária. Um bom pivô de Felippe Cardoso e um chute firme de Jean Mota, duas das apostas de Jorge Sampaoli para a temporada, porém, mudaram o rumo da partida e decretaram a vitória por 1 a 0 sobre a Ferroviária, na tarde deste sábado, na Vila Belmiro.

O resultado, que teve ainda o primeiro gol da atual edição do Campeonato Paulista, ameniza os problemas internos no Santos, que viu o treinador reclamar da falta de investimentos na equipe durante a semana. Sem Bruno Henrique, que se negou a jogar, o argentino achou um jeito diferente de atuar, com dois centroavantes, e conseguiu sair vitorioso.

Na próxima rodada, os comandados de Sampaoli farão seu primeiro jogo como visitante diante do São Bento, na quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), em Sorocaba. Já Vinícius Munhoz e seu elenco retornam a Araraquara para, um dia antes, receberem o Guarani, na Fonte Luminosa.

Santos melhor para no travessão

O Santos começou o seu ano apostando na base de 2018 e na força da Vila Belmiro para encurralar a Ferroviária, mas demorou a ter o domínio do jogo. Com uma posse de bola muitas vezes sem grande perigo para o adversário, o time de Sampaoli mais uma vez só começou a ameaçar o adversário quando Jean Mota teve faltas e escanteios para bater na área, sempre com perigo.

O próprio meia chamou a responsabilidade e ficou perto de abrir o placar quando recebeu bola na entrada da área, deixou quicar e chutou forte, parando em boa defesa de Tadeu. Na cobrança do escanteio, a redonda correu por toda a pequena área sem ser afastada, caiu nos pés de Felippe Cardoso e tinha boas chances de entrar, mas parou em uma barreira montada pela defesa.

Mota seguiu chamando a responsabilidade no meio-campo e quase deixou o Peixe à frente do placar antes do intervalo. Em cobrança de falta da intermediária, bateu no ângulo de Tadeu, que desviou e viu a bola bater no travessão antes de sair. A pressão, ainda que sem tanto futebol, conseguira construir a melhor chance para os donos da casa àquela altura.

Jean Mota assegura a vitória do Peixe

Os anfitriões voltaram do intervalo com Arthur Gomes na vaga de Yuri Alberto, aparentemente para dar mais velocidade à equipe. Em começo de temporada e com um forte sol na Vila Belmiro, porém, praticamente nada aconteceu até a parada para hidratação dos atletas, na metade da segunda etapa. Um bom chute de Pituca, defendido com facilidade por Tadeu, foi o principal destaque.

Preocupado em aumentar o ritmo da equipe, visivelmente prejudicado pelo calor, Sampaoli mandou a campo o colombiano Copete, bem mais ofensivo que o volante Pituca. E foi dele que saiu o cruzamento para Felippe Cardoso ajeitar e Jean Mota, de primeira, mandar no canto de Tadeu. Aos 34 minutos do segundo tempo, a torcida podia, enfim, comemorar.

Os minutos finais foram de uma Ferroviária buscando o gol, mas claramente sem as armas técnicas para conseguir vencer a defesa santista. Sampaoli reforçou sua marcação ao colocar Yuri na vaga de Mota, diminuindo as chances de sofrimento e confirmando o triunfo.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 x 0 FERROVIÁRIA

Data: 19 de janeiro (sábado)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo
Público: 8.616 presentes
Renda: R$ 252.135,00
Cartões amarelos: Diego Pituca, Alison e Felippe Cardoso (Santos); Elton, Rodrigão (Ferroviária)
Gols:
SANTOS: Jean Mota, aos 34 minutos do segundo tempo

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Orinho; Alison, Diego Pituca (Copete), Carlos Sánchez e Jean Mota (Yuri); Yuri Alberto (Arthur Gomes) e Felippe Cardoso
Técnico: Jorge Sampaoli

FERROVIÁRIA: Tadeu; Diogo Mateus, Elton, Rayan (Rodrigão) e Julinho (Arthur Henrique); PH, Tony, Maurinho, Fellipe Mateus e Felipe Ferreira (Uilliam); Lúcio Flávio
Técnico: Vinicius Munhoz

Ads – Rodapé Posts




  • Affonso Ata

    É sempre bom começar com vitória mas não deixa de ser preocupante o futebol (ou falta dele) apresentado pelo Santos. Se com Derlis, Dodô, Gabigol e BH já era complicado, agora com JM armando, Orinho, Yuris, AG, a situação vai ficar muito difícil.
    Tomara que a diretoria tenha a sensibilidade de contratar reforços com urgência senão vamos passar vergonha. Que o Barney e o Aguilar não decepcionem. E vamos Santos!

    • MESTRE DOS MAGOS

      Que Barney ???

      • Affonso Ata

        É o apelido do Yeferson Soteldo

  • Carlos Roberto de Souza Santos

    Contratar para fazerem o quê na Vila Belmiro? Só usarem o clube para se projetarem.
    Está se tornando rotina, atleta com contrato, salários em dia, mas simplesmente decidem que não querem mais jogar mesmo tendo contrato a cumprir. Zeca, Dérlis e agora BH.
    Cadê o estatuto do torcedor? Tem que ter rigorosas para que o atleta cumpra seu contrato, se não até o final, que o clube tenha respaldo contratual e seja ressarcido quando o atleta se recusa a jogar.
    Volto a dizer, desta forma, ficaria com prejuízos, mas não venderia aos “urubus”.
    Não tem multa rescisória? Então pague.

    • Ricardo Gomes da Silva

      O salário do Dérlis não estava em dia. Está com pelo menos 03 meses de atraso nos direitos de imagem.

      Não foi o Bruno Henrique que inventou essa negociação, os clubes procuraram o Santos e o Peres autorizou o jogador a negociar salário com o Flamengo, portanto, a culpa é do Peres. Aliás, ele também disse que faria leilão do Bruno Henrique ou você não lembra?

      O Zeca é outra história, envolve mal caratismo da parte do jogador e burrice da torcida.

  • Bbaff

    Pessoal correu bastante. Acho que o Aguilar entra no lugar do Alisson, que é um terceiro zagueiro, mas ganha ofensivamente. Com as saídas de BH e Derliz precisa de outro atacante de lado e o centroavante, apesar de que o Felipe e brigador. Precisamos de dois laterais, o esquerdo, um reserva p o Vitor e uma referência no meio pra somar com o Sanches.

  • Santos

    Estrear com vitória é bom, até pela alternância d jogadores. Vms apoiar o time e o esforço no início de temporada. Espero que Sampaoli utilize os jovens da base.

  • Edson Barbosa

    Ridícula é a nossa torcida, ontem oito mil pessoas, sem faturar infelizmente não dá prá contratar ninguém.

  • Edson Barbosa

    Você é Santista?

  • Edson Barbosa

    Quem é você pra criticar quem foi ao estádio apoiar o time!?

  • Miquéias Costa

    Torcedor do Santos tem que apoiar o Peres, ele está tentando organizar o clube, trouxe o Sampaoli para reformular o elenco, que vale ressaltar não ganhou nada, aos poucos o elenco ira se oxigenando, Flamengo, Palmeiras, sofreram para chegar no patamar que estão hoje, existe erros na gestão do Peres é obvio que sim, mais imagina você trabalhar no local, onde todos querem puxar o seu tapete. Peres trouxe um gerente de marketing que é referência no Brasil, jogadores de seleções, treinador renomado. Sem dinheiro não tem como fazer milagres, acredito que a diretoria apesar dos problemas e da lentidão ira até o fim do paulista, fechar o elenco para o Sampaoli.

  • Renato Cecilio

    Faz um favor pra nós e vai torcer pra outro time…chato reclamão!

  • Chico Guru

    Essa “era Sampaoli” logo logo vai virar “já era Sampaoli” hehehe

    • sancaio

      Mas que sujeito cavernoso! Basta os adversários que torcem contra o SFC, pelo jeito você é um deles. Sai prá lá urubu!!!!