Governo de São Paulo proíbe partidas de futebol por 15 dias

São Paulo, SP

11-03-2021 13:43:42

Em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira, o governador de São Paulo, João Doria, anunciou a Fase Emergencial da quarentena, como tentativa de conter o avanço da covid-19.

Entre as novas restrições, foi definida a paralisação do futebol no estado a partir do dia 15 março (segunda-feira). A expectativa é que o período de inatividade do Campeonato Paulista, e outros eventos esportivos, seja de aproximadamente 15 dias. Os jogos previstos para o próximo fim de semana ainda serão disputados.

A decisão de suspender a competição foi explicada por José Medina, responsável por análises relativas aos esportes dentro do Centro de Contingência do Coronavírus.

"Nós estamos em uma fase emergencial, então tem prejuízo para todos os setores. Tem um desgaste para toda a sociedade para preservar as vidas. Em relação ao futebol, especificamente, nós estamos atendendo a uma recomendação do Ministério Público Estadual", apontou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

A medida do governador vai contra o desejo de lideranças do futebol em São Paulo. A Federação Paulista, por exemplo, já havia emitido um comunicado discordando da possibilidade de paralisação, defendendo a segurança do protocolo de saúde estabelecido para os estaduais.

Mesmo com a discordância, o João Doria acredita que será possível manter o diálogo com a FPF e seu presidente nos próximos dias.

"Seguiremos um bom diálogo com a Federação Paulista de Futebol. O presidente Reinaldo Bastos é uma pessoa de excepcional diálogo, construtivo nas suas abordagens. Ele ampara bem as suas considerações. Nós reconhecemos isso, por isso é um diálogo construtivo que não fica cessado com a decisão de hoje", afirmou.

Até o momento, foram disputadas três rodadas do Campeonato Paulista. Restam outras nove antes do término da primeira fase.

 

Deixe seu comentário