NBA

Timberwolves vencem Nuggets na prorrogação e vão aos playoffs

São Paulo, SP

11-04-2018 23:46:43

Simplesmente o jogo de temporada regular mais importante dos últimos 30 anos. Nesta quarta-feira da NBA, principal competição de basquete no mundo, diversos confrontos eram importantes para o chaveamento dos playoffs, já que a pós-temporada terá início já neste sábado. Entretanto, a partida entre Denver Nuggets e Minnesota Timberwolves foi definitivamente a principal da noite, vencida pelo time da casa por 112 a 106.

Isso porque, pela primeira vez em três décadas, um duelo da temporada regular não determinava tão claramente qual equipe iria se classificar para o mata-mata da disputa. O vencedor garantiria vaga na próxima fase do torneio, enquanto o derrotado só voltaria às quadras para o início do próximo ciclo.

A última vez que isso aconteceu foi no dia 23 de abril de 1988, no duelo entre New York Knicks e Indiana Pacers. Ambas as equipes tinham campanha de 37 vitórias e 44 derrotas e, quem conquistasse o triunfo, se classificaria para os playoffs daquela temporada. Melhor para o time de Nova York, que levou a melhor e acabou vencendo.

Nesta quarta-feira, Denver Nuggets e Minnesota Timberwolves, que jogava em seus domínios, duelaram no mesmo cenário. A trajetória de 46 triunfos e 35 reveses deixou as duas equipes na corda bamba para uma vaga na pós-temporada da NBA.

Durante o duelo, o equilíbrio foi o protagonista absoluto. Alternando momentos de superioridade, tanto os Nuggets quanto os donos da casa marcavam cestas de tal forma que a decisão do embate ficou mesmo para os doze minutos finais, no último quarto.

O período viu os Timberwolves começarem melhor, chegando a abrir uma diferença considerável no marcador da partida. O público presente na arena do time de Minnesota ficou em pé nos minutos finais, mas viu uma reação improvável da equipe de Denver.

Com menos de dois minutos para o final da partida, o placar anotava um empate: 101 a 101. Se Jimmy Butler errou de um lado, o pivô Nikola Jokic teve a bola roubada por Taj Gibson, no último arremesso dos Nuggets na partida, dando uma chance, com um segundo e meio no relógio, para os mandantes saírem com a vitória. Entretanto, Jamal Crawford errou o arremesso e determinou a realização do tempo extra.

Na prorrogação, mais uma vez os dois times viam o equilíbrio prevalecer. Nos minutos finais, Jimmy Butler teve a oportunidade de praticamente assegurar a vitória, mas errou um lance livre. Na jogada seguinte, entretanto, Karl Anthony-Towns fez bela jogada defensiva, garantiu o rebote e passou para Jeff Teague, que tocou para Andrew Wiggins, recebedor da falta que o levou novamente para a linha de lances livres com 20 segundos para o fim do jogo e placar de 108 a 106.

O ala converteu os dois arremessos e colocou a vantagem dos Timberwolves em quatro pontos nos últimos segundos de jogo, deixando difícil uma reação rival. Ao estouro do cronômetro, vitória do time da casa, que garantiu vaga nos playoffs pela primeira vez desde 2004. Ao Denver Nuggets, restou a decepção de não alcançar a classificação para a pós-temporada.

Russell Westbrook comanda vitória do Thunder e faz história novamente

Westbrook alcançou nova média de triplo-duplo na temporada, pela segunda vez consecutiva (Foto: Layne Murdoch / NBAE / Getty Images / AFP)

O armador do time da Conferência Oeste continua colocando seu nome entre os maiores atletas que já passaram pela NBA. A vitória da equipe de Westbrook, o Oklahoma City Thunder, entretanto, ficou em segundo plano: 137 a 123 diante do Memphis Grizzlies.

Isso porque, pela segunda temporada consecutiva, Westbrook garantiu média de triplo-duplo por toda a temporada. O feito só havia sido realizado com Oscar Robertson até o ano passado. Foi então que o jogador de 29 anos roubou a cena de toda a liga, repetiu o feito do lendário atleta e, novamente na atual temporada, garantiu seu nome na história da competição.

Para alcançar a marca, Westbrook precisava anotar ao menos 16 rebotes na partida desta quarta-feira. Não só conseguiu a estatística, como foi o grande destaque do confronto: seis pontos, 20 rebotes e 19 assistências, com dois roubos de bola igualmente na conta.

Confira os resultados da noite de quarta-feira pela NBA:

Boston Celtics 110 x 97 Brooklyn Nets
Chicago Bulls 87 x 119 Detroit Pistons
Cleveland Cavaliers 98 x 110 New York Knicks
Miami Heat x Toronto Raptors
Minnesota Timberwolves x Denver Nuggets
New Orleans Pelicans 122 x 98 San Antonio Spurs
Oklahoma City Thunder 137 x 123 Memphis Grizzlies
Orlando Magic 101 x 92 Washington Wizards
Philadelphia 76ers 130 x 95 Milwaukee Bucks

Times classificados para os playoffs:

Conferência Oeste: Houston Rockets, Golden State Warriors, Utah Jazz, Portland Trail Blazers, New Orleans Pelicans, San Antonio Spurs, Oklahoma City Thunder e Minnesota Timberwolves

Conferência Leste: Toronto Raptors, Boston Celtics, Philadelphia 76ers, Cleveland Cavaliers, Indiana Pacers, Milwaukee Bucks, Miami Heat e Washington Wizards

Deixe seu comentário