LBF

Basquete;LBF

LSB vence e quebra jejum de oito anos sem vitória de time carioca na LBF

São Paulo , SP
24/03/2019 14:52:57

Em: Basquete, LBF, Mais Esportes

Domingo histórico na LBF, graças à uma vitória. Após mais de 8 anos, uma equipe do Rio de Janeiro voltou a vencer na competição. Superior durante praticamente toda a partida e distribuindo bem seus pontos, a LSB RJ/Sodiê Doces derrotou o Pró-Esporte/Sorocaba por 77 a 45, no duelo entre dois estreantes deste ano no principal torneio feminino da modalidade no país, realizado na Arena da Juventude, em Deodoro, zona oeste do Rio de Janeiro (RJ).

LSB tem uma vitória e duas derrotas (Foto: Diego Maranhão)

A armadora Carol Ribeiro foi a cestinha da equipe com 13 pontos e 5 assistências. Já a jogadora mais eficiente e eleita MVP da partida foi a ala/armadora Rayane, que anotou 10 pontos, 3 rebotes, 3 assistências, 3 roubos de bola e teve 16 de eficiência. A cestinha do jogo foi a sorocabana Camila Jackson, com 15 pontos.

“Um jogo muito importante. Nós pressionamos na defesa do início ao fim. Esse foi o ponto mais forte, a união defensiva que a gente precisava priorizar. Isso fez a diferença hoje. Isso é consequência do time. Posso ter vencido o prêmio hoje, mas esse troféu é do time LSB RJ/Sodiê Doces””, disse a MVP Rayane, que dedicou o troféu à equipe.

A vitória faz as cariocas subirem para a sétima posição, com uma vitória em três partidas e 33,3% de aproveitamento. Já a equipe paulista caiu para a última posição, com três derrotas e saldo de cestas pior que o da Uninassau.

A última vez que uma equipe do Rio de Janeiro havia vencido na LBF foi há exatos 8 anos, 1 mês e 24 dias, ou há 2976 dias corridos. No dia 29 de janeiro de 2011, a Mangueira – também comandada por Guilherme Vos – derrotou Joinville por 83 a 49.

O técnico carioca também promoveu a estreia da veterana Karina Jacob, que não teve boa pontuação – apenas 2 pontos em 18 minutos -, mas contribuiu com 4 rebotes e 4 roubos de bola.

“(Tive) Um pouco de ansiedade, porque fazia um tempo que eu não jogava. Mas foi bom, o time jogou muito bem e soube trabalhar em equipe, conseguimos fazer uma defesa muito boa. Temos que continuar assim e trabalhar jogo a jogo. Não vai ser fácil, sabemos das nossas dificuldades, mas é tentar superar para que a gente possa subir cada vez mais”, resumiu a estreante do dia.

(Foto: Diego Maranhão)

Quem saiu na frente foi o time paulista, que aproveitou erro carioca logo após a bola subir para anotar dois pontos embaixo da cesta com Mariane Vargas. Mas a liderança sorocabana durou só até a metade do primeiro quarto, quando as donas da casa passaram à frente com a ala/pivô Juliana Ribeiro e abriram dez pontos na mesma etapa (23×13).

O segundo período em si foi mais equilibrado, mas a vantagem construída cedo pela LSB RJ/Sodiê Doces manteve a equipe em situação confortável para o intervalo, aumentando a diferença para 12.

O terceiro quarto foi mais franco e as duas equipes aumentaram seu volume ofensivo, com as comandadas de Gui Vos seguindo no controle do placar e vencendo a parcial por 20 a 19. O time de Sorocaba teve muitos erros neste domingo – foram 30, o mesmo número somado entre Instituto Brazolin/São Bernardo/Unip e Sampaio Basquete na partida de ontem.

Abatido, o Pró-Esporte/Sorocaba não teve mais forças para buscar o placar e terminou o último quarto zerado. Para piorar, Aruzha saiu de quadra faltando menos de 4 minutos para o fim, sentindo novamente o joelho que lesionou na partida de sexta contra o Vera Cruz Campinas. A armadora, que não pontuou neste domingo, fará exames na volta à Sorocaba para descobrir o grau da lesão.