Futebol

Hoje no Talleres, Guiñazú relembra semi da Libertadores de 2010 contra o São Paulo

Fernanda Lucki Zalcman* - São Paulo , SP
12/02/2019 22:08:46 — 12/02/2019 22:56:26

Em: Futebol, Futebol Internacional, Libertadores, São Paulo
Guiñazú tem 40 anos e é ídolo do Internacional (Foto: Reprodução)

Nesta quarta-feira, São Paulo e Talleres jogam a vida na Copa Libertadores. No jogo de volta da segunda fase preliminar da competição continental, a vantagem é do time argentino, que venceu o duelo de ida em Córdoba por 2 a 0 e tenta retornar à fase grupos depois de 17 anos.

Na véspera da partida, a equipe albiazul desembarcou em São Paulo e realizou seu último treinamento antes da decisão no CT do Palmeiras. Na sequência da atividade, um velho conhecido dos brasileiros falou com a imprensa sobre o confronto no Morumbi: o veterano Pablo Guiñazu, de 40 anos e principal nome do clube de Córdoba.

O ex-jogador do Internacional fez questão de lembrar da semifinal da Libertadores de 2010 entre os colorados e os tricolores, enfatizando o gostinho especial que a partida de quarta-feira terá para ele.

“Não posso esquecer de 2010, aquela semifinal da Libertadores. Ganhamos de 1 a 0 lá no Beira-Rio e perdemos aqui por 2 a 1, só que o gol de visitante nos deu a vaga na final. Então para nós foi um jogo muito importante, que marcou e marcou muito. Mas cada jogo contra eles era muito bonito,  sempre demos espetáculos. Então amanhã esperamos dar um bom futebol. É realmente muito emotivo”, relembrou com carinho.

Em 2010, Inter bateu o Tricolor na semifinal e foi campeão da Libertadores (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Carinho este que Guiñazú tem em especial também pelo Talleres. Isso porque seu pai era torcedor fanático do clube argentino, mas faleceu há quatro anos, sem poder ver o filho defender a camisa albiazul.

“É muito especial (jogar no Talleres). Foi a principal causa de eu ter saído do Brasil e ter ido para a Talleres. Já cumpri três anos, coisa que eu não esperava. E agora estou aqui nesse momento lindo para o clube, para o torcedor. Aqui estamos, frente a um adversário muito complicado, muito bom e esperando amanhã para ver se a gente leva embora a classificação”, completou.

Para garantir a vaga na terceira fase preliminar da Libertadores, o Tricolor precisa vencer por três gols de diferença. Caso devolva o placar do jogo de ida, a vaga será definida nos pênaltis. E se sofrer um gol, terá de marcar outros quatro para ir adiante. O vencedor irá enfrentar Palestino-CHI ou Independiente Medellín-COL na terceira fase da Pré-Libertadores. No primeiro confronto, chilenos e colombianos empataram por 1 a 1 em Santiago.

*Especial para a Gazeta Esportiva